Amhaj

Para que possais trilhar a senda luminosa é preciso responder ao Chamado. Isso significa vencerdes provas, nas quais terão confirmado o vosso elo com a verdade e com a luz. Todos os seres, um dia, penetram essa senda e alcançam a Morada Celestial. Porém, eons se passam até que o ciclo se consume. Não vos intimideis frente ao mal. Não desafieis o inimigo. Não retardeis vosso caminhar pelo clamor do passado. A poeira dos tempos será lavada do vosso ser; novas vestes trajareis, e grande será o júbilo da libertação. Porém, nessa senda pisareis sobre rosas e espinhos, e devereis aprender o mistério do Bem. É tempo de justiça. É tempo de graças. Magnífico poder, o Irmão Maior se aproxima. Silenciai vosso coração e acolhei o grande amor. Tendes a Nossa paz.

Hierarquia

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Livro - Padrões de conduta para a nova humanidade

Os papiros da Verdade foram ocultados dos olhos desta civilização, e as informações foram manipuladas, diz este livro corajoso. Povos inteiros conservaram-se na ignorância por vontade de uns poucos, e grande é a responsabilidade desses últimos. Na raça atual, os homens sábios não podem ainda falar; permanecem ocultos, embora estejam entre nós. Agem em silêncio, em sintonia com os Irmãos do Cosmos, voltados também para a tarefa de aumentar o coeficiente intelectual da humanidade, feito por meio de um trabalho profundo que um dia todos conhecerão.




Trechos Extraídos do livro: 


páginas.-21, 22, 23, 27, 28, 34, 35, 36, 38, 39, 47 e 48.




(...) Nada se deve reter quando se caminha entregue à Lei. Se não visualizais, ainda, a sua Luz, é porque vossa porta está fechada. Assim, não podeis caminhar. A fé é o instrumento para chegardes ao perdão e ao esquecimento de vós, pois, unida ao amor, ela entrelaça os fios de quem busca a redenção. Sereis salvos dentre os que deliram e os que nada sabem do amor.

Reforçai-vos em vossa fé, alimentai-vos permanentemente e pedi com fervor que se abram as janelas desse Ser que adormeceu.

Vivificai-vos com as bem-aventuranças que a Lei derrama, abri vossos olhos da alma, pois do contrário não conhecereis a alegria. Dentro de vós descobrireis essa plenitude tão desejada, essas dádivas que só da Lei provêm. A fé, o fervor e a devoção são irmãs inseparáveis das Leis que governam vossas terras. Aprendei-as, portanto; pois se não o fizerdes, cairá a noite e sereis vistos pela altivez de quem não soube orar.
-
Orar é uma forma de voltar-se para o lado interno da Vida, ou para o alto, como alguns preferem chamá-lo. Nossas Irmandades Superiores estão permanentemente vós enviando amor para que indo além dos problemas cotidianos, desperteis, e vos entregueis. Deixai-vos conduzir, e a serenidade da alma será vossa melhor aliada; a ignorância não mais prevalecerá no vosso caminho. A meta vos mobilizará, para não cairdes durante as provas.

Essa meta é a Lei, esse caminho é a entrega, o amor e o serviço no silêncio. Assim, os percursos se encurtarão, como vos explicamos; e logo deixareis de ser peregrinos para serdes recebidos na Morada Maior.

(...) Não há entrega sem amor, não há amor sem perdão e não há perdão sem a prévia emenda dos próprios erros. A partir daí avançareis livres e com a alegria e vossas almas — pois vossa senda irá se povoando de rosas, que darão fragrância ao caminhar daqueles que repartem as bem-aventuranças da LEI.

Esquecei de vós, e encontrareis a Paz.
Esquecei de vossas necessidades, e o caudal será como uma forte torrente.
Entregai-vos em cada ato que empreenderdes, e a harmonia será certa.

Amai como nós vos amamos. Que por vossos poros o amor jamais deixe de irradiar. E entregar-vos á ação benéfica, que a própria LEI vos proverá. A entrega autêntica é o próprio portal e a própria vida, pois através dela encontrareis as chaves, as sintonias que vos farão compreender esse amanhã venturoso que vos espera após as próximas provas pelas quais o planeta passará. (...)

(...) Se bem que tudo esteja totalmente sob controle, que se conheçam todos os rumos a serem tomados, e que já existam tarefas planejadas para os que se autoconvocaram para esse trabalho, há um período de preparação. Erros sempre existiram, arrependimentos também; porém, poucos são os que se empenham para conseguir a própria transformação. Todos falam dela, mas não são muitos os que a realizam.

Transformar-se não é ajoelhar-se, chorar, pedir perdão e continuar, todavia, com as mesmas faltas. Quem trabalha e quem no amor se desenvolve, avança. Transformar-se é cumprir a Lei. Poucos temem a justiça, pois no fundo crêem que, orando e dando pão aos seus irmãos, o céu como recompensa os terá como moradores. Na verdade, dar aos que não tem é obrigação natural dos que possuem – não existe nisso o mérito que se crê. Com essa prática cumpre-se a Lei, mas não são prêmios o que se recebe em troca. Ao se compreender determinadas Leis, pode-se então conhecer novas, para aplicá-las também. É isso que leva o indivíduo a transformar-se, e não a sua expectativa por resultados ou os seus pedidos de perdão.(...)

(...) Na superfície da terra, quando se aplicam as leis criadas pelos homens, ao mesmo tempo é tiradas deles a dignidade, pois a honra de serem filhos do universo não lhes é reconhecida. São tratados como párias e, assim, entram em processos involutivos, descendo às escalas inferiores desse mesmo planeta. Os que matam e roubam tornam-se cada vez mais brutalizados e somente podem provocar maiores danos, pois só ferindo a Natureza e suas Leis podem continuar “vivendo”. Na verdade, vão morrendo aos poucos.

Poucos compreendem realmente esse fato, e quase ninguém trabalha para que ele deixe de acontecer. Portanto, a superfície do vosso planeta necessita de uma transformação geral. Não são muitos os que lutam para modificar tais situações e, assim sendo, o equilíbrio cósmico precisou aplicar certas leis, como a Lei da Purificação, que já estais vendo agir entre vós.

A Lei da Purificação pode levar os seres à involução. Involução é um termo às vezes usado no sentido de morte, outras vezes no sentido de passagem a um estado superior; finalmente, é também empregado quando se quer dizer que um ser passou a uma escala mais baixa do plano evolutivo, ou seja, a ele é dado um habitat compatível com o seu padrão vibratório, que não acompanhou a evolução do planeta.

A vida terrestre de superfície tornou-se campo para as forças obscuras que haveis liberado das cavidades mais inferiores do vosso ser. Fostes dotados de um Ser Superior, mas poucos de vós despertastes para ele nos ciclos passados; a maioria viveu adormecida, como que anestesiada pelos desejos e pelas preocupações de ordem material, chegando a ponto de esquecer-se da verdadeira meta e razão da encarnação.

Quando vossas terras se agitam e quando vossos mares as inundam é para advertir-vos de que a catástrofe pode ser maior; mas isso de nada tem adiantado e, mesmo hoje, com a Lei da Purificação tão evidente, poucos são os que despertam do longo letargo.

Muitos se julgaram donos do Universo e, para eles, a etapa em que lhes foi facultado agir desequilibradamente chegou ao fim. Não serão mais avisados mansamente, mas, em vez disso, assistirão aos movimentos da Lei.

As Leis só podem ser acatadas quando a justiça é exercida. É por isso que vosso solo fará justiça, quando começar a tremer e a abrir-se, sem que nenhum rincão da superfície deixe de passar por essa experiência. Nenhum cimento permanecera em pé, porque a justiça divina terá chegado para todos e para tudo. Vereis que as Leis do Cosmos agem com precisão quando é necessário; como se poderia ter uma nova Terra, sem a destruição das antigas estruturas? O Cosmos não pode mais deixar que inocentes continuem prisioneiros de vícios coletivos da maioria, e tampouco que a essência do ser, profunda, divina, permaneça prisioneira no âmago de cada um. Essa essência precisa emergir.

(...) Todos os planetas vivem sincronizados entre si por uma Lei de harmonia; se essa harmonia for perdida correr-se á o risco de colisão. Por isso, haverá no planeta Terra vários dias de fortíssima chuva, universal, de modo que ele possa mudar e entrar em harmonia. Após essa fase virão dias sem sol, nos quais a maioria dos homens viverá às cegas. Sabeis que a chuva e o sol são obras de Leis que respondem à mesma evolução?

O caminho da purificação é o caminho da glória. Todas as civilizações tiveram de passar por ele, e as que venceram as provas que ele traz são, hoje, civilizações e avatares, e cumprem etapas superiores da VIDA. Tivestes, na superfície da Terra, um ou outro Avatar. Podeis imaginar uma civilização inteira composta por Eles?

Os movimentos planetários respondem à sincronicidade de um plano que se vai cumprindo dentro de etapas que as Hierarquias estabelecem. As forças telúricas do universo não são compostas por um só mundo, nem por muitos; são compostas de integração universal, o que corresponde ao legado cósmico das civilizações planetárias.

Para muitos homens terrestres a vida vai tornar-se difícil, mas aqueles que vivem sob a proteção da Lei a terão cada vez mais dentro do caminho. Assim é nas civilizações do Cosmos, amparadas e estabelecidas pela Lei da Evolução, que conhecereis em seus aspectos superiores. Todas as raças que evoluem vão passando para mundos mais elevados, até lograrem escalas superiores. Quanto àqueles que completarem a ronda de purificações, em seu ciclo evolutivo chegarão às mais altas esferas do conhecimento Cósmico, e as portas para a sabedoria ser-lhes-ão abertas de par a par. Indubitavelmente esse processo não terá limites. (...)

(...) Que ninguém creia ter a atribuição de julgar os irmãos, quando não é, ele próprio, um inocente.

(...) “ Não chamareis a ninguém porque ninguém escutará. Todavia, se tendes fé e se sabeis cumprir, virão buscar-vos sem que chameis”.

Download deste livro:
http://www.4shared.com/document/Ef1f5Lcq/1989-Padres_de_Conduta_para_a_.html?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares

Sites