Amhaj

Para que possais trilhar a senda luminosa é preciso responder ao Chamado. Isso significa vencerdes provas, nas quais terão confirmado o vosso elo com a verdade e com a luz. Todos os seres, um dia, penetram essa senda e alcançam a Morada Celestial. Porém, eons se passam até que o ciclo se consume. Não vos intimideis frente ao mal. Não desafieis o inimigo. Não retardeis vosso caminhar pelo clamor do passado. A poeira dos tempos será lavada do vosso ser; novas vestes trajareis, e grande será o júbilo da libertação. Porém, nessa senda pisareis sobre rosas e espinhos, e devereis aprender o mistério do Bem. É tempo de justiça. É tempo de graças. Magnífico poder, o Irmão Maior se aproxima. Silenciai vosso coração e acolhei o grande amor. Tendes a Nossa paz.

Hierarquia

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

O Despertar da Terra


Um instrutor da humanidade disse, certa vez, que não era fácil concretizar o Plano Divino na Terra.

Segundo ele, apesar do grande trabalho das energias dos mundos superiores, que se valem de todas as oportunidades possíveis para irradiar fios de luz aos planos materiais em benefício de todos, os seres humanos acabam usando esses fios em “remendos caseiros”.

Na atual fase crítica da Terra, provas e sofrimentos pungentes são vividos por seus habitantes; mas muita luz lhes tem sido enviada para ajudá-los a entrar em um novo estado de consciência, que velozmente se instala. Assim, embora a inércia predomine em muitos e em todos os setores da vida externa haja grande desordem, acontece também um dinâmico despertar para a vida espiritual.

O contato da consciência humana com a luz cósmica sempre ocorreu, porém de modo velado para a maioria. Na atual etapa, maior número de pessoas pode atingir uma compreensão universal, encontrar essa luz dentro do próprio ser e passar a expressá-la.

No presente despertar da Terra, estamos sendo informados pela luz que nos chega à consciência acerca de civilizações suprafísicas existentes em outras dimensões.

Entre essas civilizações, uma das mais atuantes nos níveis sutis do planeta é a que se conhece com o nome de ERKS. Mencionada freqüentemente em obras de ciência espiritual, encontra-se em área suprafísica da região de Córdoba, na Argentina. Silenciosamente, desconhecida da maioria, há milhares de anos interage no plano das almas com a humanidade da superfície da Terra para ajudá-la na grande crise que atravessa agora. ERKS mostra-se à percepção interna instruindo, curando e canalizando as novas energias cósmicas que estão transformando o planeta.

A lei evolutiva superior trata do desenvolvimento espiritual, profundo, dos que se dispõem a transformações mais abrangentes. Mas para que essa lei atue, requer-se o cultivo do desapego, que não quer dizer desprezo nem indiferença. Como civilização espiritual, ERKS nos revela o exato equilíbrio para que o desapego não se torne desamor. Sede do conhecimento iniciático e do despertar da consciência divina, age também como uma das maiores bases de resgate dos habitantes da Terra em condições de ingressar numa vida interior sincronizada com ritmos cósmicos.

Diante de informações sobre a grande transformação pela qual a Terra já está passando e ainda passará, muitos ficam preocupados: Quando vão cumprir-se as profecias? Quanto tempo de vida ainda terei? Terei perdido oportunidades? Essas perguntas representam o mundo externo e suas inquietações por coisas passageiras. Mas o que importa para a evolução superior não é o tempo que corre, nem o tempo que falta ou o tempo que já passou; importa, isto sim, o desenvolvimento do Espírito.

A transição da Terra é fundamentalmente a passagem da lei do carma material para a lei evolutiva superior. Terremotos e outras manifestações físicas acontecem por acréscimo, mas têm importância secundária para os que se polarizam nos planos internos do ser.

A energia e a proteção para participarmos desse despertar vêm de ERKS, espargem-se por toda a atmosfera terrena e tocam cada ser na medida de sua abertura.

Por Trigueirinho




Site Comunidade de Figueira: http://www.comunidadefigueira.org.br/



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares

Sites