Amhaj

Para que possais trilhar a senda luminosa é preciso responder ao Chamado. Isso significa vencerdes provas, nas quais terão confirmado o vosso elo com a verdade e com a luz. Todos os seres, um dia, penetram essa senda e alcançam a Morada Celestial. Porém, eons se passam até que o ciclo se consume. Não vos intimideis frente ao mal. Não desafieis o inimigo. Não retardeis vosso caminhar pelo clamor do passado. A poeira dos tempos será lavada do vosso ser; novas vestes trajareis, e grande será o júbilo da libertação. Porém, nessa senda pisareis sobre rosas e espinhos, e devereis aprender o mistério do Bem. É tempo de justiça. É tempo de graças. Magnífico poder, o Irmão Maior se aproxima. Silenciai vosso coração e acolhei o grande amor. Tendes a Nossa paz.

Hierarquia

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Práticas de Sintonia Interna




Vivemos, em todo o planeta, um clima de expectativa acerca do porvir. O fim do milênio, somado a desastres e fatos astronômicos inéditos, envolve a humanidade numa atmosfera de ansiedade e medo. Ela se esquece do principal: o despontar do novo ciclo que há muito se anuncia.

Alguns povos já chegaram ao final de seus tempos, mas o que traz maior apreensão são os cataclismos de âmbito global. Evidencia-se cada vez mais a instabilidade geológica e climática do planeta, de que faz parte a elevação da temperatura e o derretimento das calotas polares. Essa instabilidade, aumentada pelos experimentos que se realizam com armas nucleares e pela aproximação de corpos celestes desconhecidos, pode prenunciar um deslocamento do centro de gravidade do planeta, e portanto uma mudança brusca do seu eixo magnético, com conseqüências imprevisíveis.

A humanidade está cercada de crescente poluição e acometida por novas e incontroláveis enfermidades. Submete-se à influência negativa dos meios de comunicação, que distorcem informações e contribuem para a superficialidade e dispersão de energias preciosas. Imerso num mar de ameaças, o organismo humano se debilita. Torna-se menos resistente a micróbios nocivos e a impactos psíquicos constantes.

Que se espera, então, dos seres humanos mais conscientes, que se autoconvocaram para servir ao mundo e aos semelhantes nestes tempos?

· Estar com a consciência plenamente integrada no momento presente, sem perder de vista os níveis espirituais da vida e a possibilidade de auxílio e de recuperação que há neles guardada.

· Tornar-se centro magnético de harmonia. A serenidade deve ser mantida para que possa irradiar-se. Para isso é necessário colocar-se na posição de observador neutro dos fatos externos, não se deixar envolver por eles.

· Por sua irradiação, despertar o melhor potencial dos demais, de modo que todos os que se acerquem sejam espontaneamente elevados.

· Evitar ligação com planos e situações de conflito. Imperfeições devem ser vistas apenas como terrenos a ser aplainados e preparados. Não enfatizar limitações.

· Não alimentar confiança excessiva na capacidade humana. Manter os olhos e a aspiração sempre voltados para os níveis superiores da consciência.

Os seres humanos mais conscientes são canais para a obra das Hierarquias espirituais sobre o planeta. São seus colaboradores, elos entre o céu e a terra. Um intenso trabalho de resgate das consciências é levado a cabo por seu intermédio. E isso é o mais importante numa época caótica.

Por Trigueirinho -  Sinais de Figueira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares

Sites