Amhaj

Para que possais trilhar a senda luminosa é preciso responder ao Chamado. Isso significa vencerdes provas, nas quais terão confirmado o vosso elo com a verdade e com a luz. Todos os seres, um dia, penetram essa senda e alcançam a Morada Celestial. Porém, eons se passam até que o ciclo se consume. Não vos intimideis frente ao mal. Não desafieis o inimigo. Não retardeis vosso caminhar pelo clamor do passado. A poeira dos tempos será lavada do vosso ser; novas vestes trajareis, e grande será o júbilo da libertação. Porém, nessa senda pisareis sobre rosas e espinhos, e devereis aprender o mistério do Bem. É tempo de justiça. É tempo de graças. Magnífico poder, o Irmão Maior se aproxima. Silenciai vosso coração e acolhei o grande amor. Tendes a Nossa paz.

Hierarquia

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Livro - Caminho sem sombras

Na vida de todos chega um momento em que é preciso encontrar uma trilha de luz e nela ingressar. O que a ilumina provém de fontes inextinguíveis que se revelam quando há a decisão de assumir uma vida mais pura. Este livro deixa entrever os passos que levam ao limiar dessa trilha e transmite a energia necessária para que se possa cruzá-lo.

Trechos extraídos deste livro:

páginas. 13, 14, 15, 16,17, 20
23,27, 39,40, 42, 43, 46, 58, 59, 66, 67, 68

(...) Há milênios vens sendo preparado e muito já incorporaste dos ensinamentos transmitidos por nossos mensageiros que em todos os tempos vieram à Terra. Se estás consciente da parte que te cabe na tarefa de auxílio ao planeta, então é chegada a hora de viveres em conformidade com o que já aprendeste.

Se já viste que os caminhos terrestres não preenchem tua necessidade de renovação; se já experimentaste os limites do amor humano e o vazio trazido pelas realizações puramente materiais; se já provastes a desilusão, então chegaste ao ponto de te voltares com empenho aos mundos internos e á vida mais abundante.

Segue as leis espirituais, pois sempre te indicarão a direção segura. Observando preceitos sublimes, deixa que eles façam nascer em ti a gratidão e o reconhecimento pela tua condição de filho de Deus. Mantém-te estável nesse estado interno.

Não está nas possibilidades do mundo concreto e de suas forças solucionar os impasses da tua vida física e a situação caótica do planeta. Une-te aos que com espírito de serviço aceitam a silenciosa tarefa de construir canais por onde a luz espiritual possa desanuviar as sombras, e as consciências humanas sedentas de vida pura possam ascender a níveis de paz e harmonia. (...)

(...)Viemos a ti atraídos pela energia que nos une. Fraternalmente esperamos tua participação consciente na realidade de planos sutis. Compartilhamos, há muito, da mesma fonte energética porque optamos por viver essa irmandade.

Tua experiência na matéria, tua queda, teu aprendizado no uso do livre-arbítrio e agora tua ascensão foram acompanhados por Nós, e sempre soubemos que nos reuniríamos no mesmo trabalho. (...)

(...) Já sabeis que não és desta Terra, mas do cosmos. (...)

(...) Estás sendo preparado para contribuir no resgate de um planeta que até hoje abrigou seres perdidos e forças desviadas da evolução superior. Para isso, tratamos da liberação dos teus laços materiais e da redenção da tua matéria. (...)

(...) Teus Irmãos Maiores não levam em conta as limitações – percebem teu estado interior e tua aspiração. As provas que viverás te impulsionarão a níveis acima desses em que te encontras; ao superá-las, verás que não és o mesmo de antes. (...)

(...) Deves então permanecer impassível. Nenhum movimento, nenhuma ação será oportuna. Cada chispa de luz que se ascender no mundo concreto provocará forte reação dessas forças caóticas. Elas não buscam os “perdidos”, pois já os terão confundido; buscam os que ainda têm vivo em si o amor pelo Mais Alto.

Vigia. Nem todos vão viver nesses dias tumultuados, pois já terão partido deste mundo; mas alguns estarão a serviço na face da Terra e terão assim provada a própria fé.
Guarda silêncio e entrega-te em segredo ao mais intimo do teu ser, pois nessas profundezas construirás o templo que te dará a paz dos mundos internos. (...)

(...) A Terra, que como mãe acolheu todos os seres, está contaminada e devastada pelo abuso da presente civilização. A água que regou culturas mitigou a sede e sempre curou já não pode absorver os excessivos detritos que recebe. Os céus escurecem com densa poluição e em breve não haverá áreas de ar puro e renovador. A radiação nuclear silenciosamente intensifica a degeneração dos corpos que hoje pedem o socorro que não obtêm.

É impossível esconder os sinais das grandes mudanças que estão para vir. Quem mantiver acesa a sua própria luz e, vigilante, aguardar o chamado interno, estará num novo estado de consciência e de vida. A ti, que essa atitude vens cultivando, a ti nos dirigimos.

Quando o caos atingir os quatro cantos da Terra, recolhe-te em oração e tem fé na sabedoria que te conduz. O que necessitares a ti chegará. (...)

(...) Não sabes o que de fato necessitam os demais. As provas que lhes são apresentadas pertencem ao caminho que lhes cabe trilhar. Por isso, guarda-te de te condoeres de seus problemas. A convicção baseada em raciocínios ou em impressões materiais é um dos enganos de que deves afastar-te.

A melhor ajuda que podes prestar aos teus irmãos é a busca da força interior em ti mesmo. Prossegue teu caminho com fé e em oração. Estas são as chaves para reconheceres o rumo a tomar e para silenciosamente colaborares com a evolução de todos. (...)

(...) Os que se coligam com os mundos sutis por meio de mantras ajudam no despertar e na afirmação de contatos internos dos demais. Na verdade, o que fizeres para conscientizar e manifestar a vibração imaterial nas dimensões concretas da existência é uma forma de serviço, uma ajuda ao resgate dos seres. (...)

(...) A alguns sobram os bens de Deus que a tantos faltam! Mas nestas horas não te envolvas com tais desequilíbrios; ter consciência deles deve ser tão-só estímulo para que tua conduta seja ainda mais equilibrada e harmoniosa. Não é somente um trabalho filantrópico que te está sendo pedido, mas a transformação definitiva de teus padrões energéticos. Escutaste bem isso?

Sabes quantas pontes terás de atravessar para visualizar o outro lado do rio?

Terás clareza e não te deixarás enganar, se tiveres puro o coração e firme a decisão de chegar ao destino espiritual. Não alimentes mais apego algum, pois isso te desviaria das tuas metas supremas.

As falácias da mente trarão as justificativas para te manteres atado a circunstâncias, a pessoas ou a objetos egoístas. Mas passarás nessa prova se decidires prosseguir no caminho para a vida imaterial, ser fiel aos votos que fizestes perante o teu Espírito imortal. (...)

(...) O correto uso de mantras pode repercutir em toda a órbita planetária, como se apreende do serviço prestado por místicos que através dos séculos entoaram com extrema preza.

Os *mantras podem ser inócuos ou ter conseqüências negativas se ao entoá-los houver na pessoa ambição, ânsia de poder ou intenção de atingir alguma meta material. Explorá-los comercialmente, por exemplo, elimina a possibilidade de gerarem efeitos espirituais. Se ao usá-los a intenção não for pura, o vórtice energético produzido atrai forças involutivas.

Para captar os sons mântricos é preciso grande pureza. Se a pessoa não estiver sintonizada com o nível mais alto da própria consciência, ela pode encontrar no plano mental fórmulas produzidas por entes negativos; pode envolver-se em trabalhos de magia feita nesse plano, e assim engendrar mau carma e desvitalizar-se ou corromper-se.
Os mantras são chaves para o mundo interior. (...)

(...) Nesta época em que o idioma cósmico Irdin pode ser redescoberto, o uso de mantras toma nova dimensão e visa à formação interna, ao preparo para o resgate e à elevação espiritual. Para captar tais mantras é necessário ter devoção e buscar conectar-se com eles. (...)

O idioma **Irdin não é para conversação, é uma língua sagrada. Seus sons têm o poder de auxiliar na plasmação das estruturas etéricas necessárias aos trabalhos das energias evolutivas que atuam no cosmos.

Há mantras válidos por períodos breves, tais como os que preparam grupos e indivíduos para o contato com realidades sutis e supraterrestres.

Depois de cumprirem sua tarefa, deixam de ser vivificados pelas fontes que os inspiraram. (...)

(...) Cada individuo tem um mantra, correspondente ao seu próprio “som” no nível espiritual; fato análogo ocorre com grupos, nações, planetas e galáxias.
Os mantras podem ser usados na busca de uma vida mais elevada, na construção de um canal sutil para o cumprimento de tarefas altruístas ou, simplesmente, para glorificar Fonte Criadora do universo. (...)


Áudio sobre este livro: http://www.irdin.org.br/acervo/detalhes/5762

Informações sobre este livro: http://www.irdin.org.br/acervo/detalhes/318


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares

Sites