Amhaj

Para que possais trilhar a senda luminosa é preciso responder ao Chamado. Isso significa vencerdes provas, nas quais terão confirmado o vosso elo com a verdade e com a luz. Todos os seres, um dia, penetram essa senda e alcançam a Morada Celestial. Porém, eons se passam até que o ciclo se consume. Não vos intimideis frente ao mal. Não desafieis o inimigo. Não retardeis vosso caminhar pelo clamor do passado. A poeira dos tempos será lavada do vosso ser; novas vestes trajareis, e grande será o júbilo da libertação. Porém, nessa senda pisareis sobre rosas e espinhos, e devereis aprender o mistério do Bem. É tempo de justiça. É tempo de graças. Magnífico poder, o Irmão Maior se aproxima. Silenciai vosso coração e acolhei o grande amor. Tendes a Nossa paz.

Hierarquia

domingo, 30 de outubro de 2011

Livro - A Voz de Amhaj


2,8“Não há governos nem governantes. O caos reina. Este é o palco da superfície da vida. Tínhamos avisado que assim iria ocorrer. Mas existem outras realidades. Alguns as conhecem.” “Não há um instante a perder. Os bons homens ouvem o Chamado, acham-no bonito, emocionam-se e reúnem os amigos para comentá-lo. Dão maior importância aos encontros sociais que à salvação de um planeta prestes a explodir. Mas a fortaleza do Meu escudo será conhecida pelos que ao Alto aspiram. O poder do Meu Raio será desvelado aos que persistem. O fulgor do Meu fogo resplandecerá nos que para ele se voltam.”

Trechos extraídos deste livro:
págs. 15 a 25, 29, 31, 32, 33, 36, 40, 45, 46, 47, 50, 51, 52 e 53.


Estais no limiar de uma nova raça. Meu tesouro servos-á revelado.

Muitos membros desta humanidade foram informados acerca das raças passadas, mas pouco aprenderam dos seus erros. Prosseguiram em busca de elogios, de recompensas e de auto-satisfação. Um muro de pedra teria respondido ao Chamado com maior prontidão, a indolente massa humana, que renega a luz e se compraz com a matéria em decomposição, necessita ajuda mas a rejeita, desfazendo assim belas possibilidades. Mas o tempo regenera o tempo. Há os que escutam.

Não há instante a perder. Os homens ouvem o Chamado, acham-no bonito, emocionam-se, e reúnem os amigos para comentá-lo. Dão maior importância aos encontros sociais que á salvação de um planeta prestes a explodir. Mas a fortaleza do Meu escudo será conhecida pelos que ao Alto aspiram. O poder do Meu Raio será desvelado aos que persistem. O fulgor do Meu fogo resplandecerá nos que para ele se voltam.

O Fogo de Amhaj está pronto para eclodir. Somente suportarão sua potência os que se tiverem unificado. É preciso dissipar a cupidez humana, que transformou em cinzas o que deveria arder.

Muitos buscam a meditação com o fim de se relaxar. Querem o fogo dos céus para suas lareiras domésticas. Além disso, a palavra meditação não é mais atual. O espírito deve estar integrado à vida, e a vida toda deve ser dele expressão. Ajustai os ponteiros de vossos relógios. O ciclo mudou.

A trilha ascendente é o caminho do meio. A trilha ascendente é tecida na aspiração. A trilha ascendente acolhe a inexpugnabilidade. A trilha ascendente resplandece. A trilha ascendente convoca os eleitos. A trilha ascendente redime o passado.

O espírito que despertou para a luz não pode mais retroceder. A obscuridade material já não o atrai, e somente nas esferas superiores encontra alento. Mas descobrirá que teceu laços fortes com a matéria, que terá de desfazê-los, e que a ilusão ainda impregna seus trajes. Há os que, temerosos, aguardam que a podridão reinante no mundo das formas decomponha também suas amarras. Eu indico a primeira via direta, de acesso ao Reino. A ela estão destinados os que amam verdadeiramente.

Não existe segurança externa. Mesmo assim, os homens insistem em buscá-la. Não reconheceram que a vida prossegue em ininterrupta transformação, e que a sucessão de imagens apresentadas pelos sentidos é apenas um diminuto ângulo de uma realidade maior, que transcende o mundo mental e toca a supracorporalidade. A tartaruga pode sentir-se segura por transportar consigo sua casa — mas não sabe voar.

Muitas pessoas divertem-se com o Ensinamento, não reconhecem a profundidade do que lhes está sendo transmitido. Outros pensam que, por terem lido um livro inspirado, não precisam mais transformar-se. Ostentam palavras espiritualizadas, mudam até o modo de se vestir ! Mais se assemelham a um sepulcro caiado. A transfiguração não ocorre de fora para dentro. Sua base deve ser forjada pelo discípulo — não com exterioridades, mas com transformações verdadeiras.

A mesquinhez inseriu raízes profundas na consciência humana; é preciso sanar esse mal. Desde o início dos tempos este planeta abrigou entes obscuros, mas desse modo preservou outras regiões do cosmos do assedio dessas forças. Por isso em sua queda ele será redimido. Por isso é chegado o Tempo de SAMANA. Por isso ser-lhe-á revelado o poder da Espada de Amhaj.

O brilho das estrelas pode ser ocultado por nuvens, mas nem por isso deixa de existir. O discípulo deve aprender a conectar-se com esses mundos de pura luz, independentemente das condições atmosféricas.

Na realidade, deve aprender a estar nesses mundos, a viver neles enquanto cumpre suas tarefas na Terra, isso ele consegue pela aspiração ardente.

 “Amai a Verdade. O poder deve nascer em vosso âmago e permear vosso labor. O poder de persistir. O poder de amar. O poder de ser justo. O poder de manifestar a luz”.

A capacidade de renascer faz parte deste Raio. Porém, apenas nos estágios iniciais do caminho. O discípulo perceberá que além dos sucessivos ciclos de nascimento e morte habita a transcendência contínua, e a está senda ele se dirige. Meu Raio o acompanhará, e por isso é chamado O que Vela o futuro.

A beleza contida na incandescência de um metal é pouca, se comparada á armadura flamejante do espírito que despertou para a luz. Com sua vibração ígnea, o espírito desperto regenera a forma, e assim a faz dissolver-se na essência que a gerou. A fortaleza do espírito está fundamentada no poder das esferas sublimes, que deitam raízes na fonte cósmica de amor. Pela graça, o discípulo é elevado pelo Mestre, e assim pode banhar-se na Fonte. Pela graça, o discípulo é conduzido ao Grande Espelho, e ali são-lhe desvelados mistérios da Criação. Pela graça, o discípulo transcende limites, e assim acolhe com gratidão o que do Alto lhe é dado cumprir.

Muitos homens percorrem o deserto, mas nem todos conseguem chegar ao destino. Tal empreendimento exige determinação, firmeza, sobriedade e fé. Todos os que penetram a senda da luz terão de cruzar essa região da consciência, e de seus mistérios aprender lições. Não se pode avançar sem transpor fronteiras. Por isso Meu Raio vos traz o poder de transformar, libertar e transcender. Por isso Meu raio emerge, rompendo grilhões.

É tempo de glorificar ao Supremo — não com promessas, mas com a rendição do ser. Tendes no Meu Manto a vossa proteção.

Quantos já foram visitados por Nossos Agentes, mas sequer lhes deram ouvidos! Preferiram o odor terrestre ao sutil aroma dos jasmins celestiais. Valorizai as oportunidades que vós estão sendo oferecidas. Ainda antes que anoiteça tereis à vossa porta o Mensageiro.

As chaves para a compreensão do Ensinamento encontram-se no aperfeiçoamento do caráter e na entrega do ser. Para penetrar seus mistérios não é preciso intelectualismo, mas sim pureza e fé. Os intelectuais alimentam-se das cinzas do passado. Os puros compartilham da sabedoria das esferas celestiais.

Todos estão sendo especialmente estimulados nesta época, e não há partícula que não tenha recebido o toque do Meu Raio. As respostas a ele variam grandemente: da negação e da tibiez, ao sim ardente. Aqueles que respondem positivamente recebem novo impulso e podem penetrar esferas mais amplas. No cosmos, tudo transcorre pela lei da afinidade, e assim o mistério da ressonância magnética é compreendida pelos que amam verdadeiramente,

Muitos alunos, quando ouvem que é necessário pureza, vestem-se de branco, esquecendo-se de que o verdadeiro despojamento é interior. Ostentam essa bandeira, mas trazem nos sapatos a poeira desta civilização. Sabei, é tempo de nascer o novo homem. É tempo de efetivamente se assumir transformações. Não se pode construir a nova terra com a base em festivas promessas. A matéria tem e ser permeada pelo fogo e transformada, vertida no molde da redenção.

Por isso Eu vos convoco a imprimir em cada ato da vossa vida a determinação a transcender... Amai esse fogo. Nessa senda tereis Nossas bênçãos.

Há estudantes que, ao ouvirem falar do advento da nova humanidade, se prendem a pormenores da informação, divagam em imaginações, e assim perdem a essência do Ensinamento. Não é tão importante a cor dos olhos ou da pele do novo ser, mas o seu estado de consciência. Esse estado deve ser buscado agora pelos que seguem o caminho da ascensão. Por isso dizemos: a nova Terra existe nas esferas superiores do planeta. Trazê-la à manifestação é tarefa dos servidores da luz.

Incontáveis laços prendem o homem terrestre ao passado. Rompê-los é uma necessidade para que o espírito possa ascender. Muito pode ser feito nesse sentido pelo próprio homem, conscientemente, mas a transição só é possível por ação da graça superior. Sim, é tempo de amar a liberdade. É tempo de ser livre.

O advento de uma raça ocorre na luz das esferas sublimes, e vai refletindo-se nos sucessivos estratos da vida planetária, até penetrar a escuridão material. Desse modo participa uma rede incomensurável de energias, seres e consciências. Nele Meu Raio está presente, como guardião do novo portal.

O sentido do sagrado será resgatado pelo novo homem. Tudo na vida será por ele reconhecido côo dádiva do Criador — e como instrumento para glorificá-lo. Porém, não se deve esperar o amanhã para manifestar o novo. O sagrado deve ser vivido agora, prioritariamente, e por isso a reverencia é necessária.

Pode um pássaro, numa pequena gaiola, pode exercitar-se em altos vôos? Certamente que não, mas para o espírito não existem tais fronteiras. Por isso afirmo que os que ouvem o Chamado podem voar. Mesmo que submersos nas esferas concretas, com a consciência podem lançar-se ao infinito.

O massacre de animais prossegue, apesar de todas as Nossas advertências. Será que os homens não percebem os visitantes indesejáveis que são atraídos por esses barbarismos? Seria suficiente lerem com atenção poucas linhas dos noticiários para constatarem que a violência do mundo é semeada pela própria humanidade.

Muitos têm uma vida interior relativamente ativa, mas desconhecem por completo esse fato. Imersos em pseudo-obrigações, esquecem-se de se voltar para aquilo que, em si mesmos, é a fonte de vida. A correta proporção dos fatos e dos valores deve ser por eles apreendida. Não se pode desperdiçar, seguidas vezes, toda a encarnação..

Quando fordes assolados pela dor, entregai-a ao Alto. Quando fordes tomados pela desilusão, agradecei-a e entregai-vos ao Supremo. Quando fordes acometidos pela aridez, abençoai, pois ele prenuncia fases luminosas, quando então trabalhareis mais próximos a Nós.

Se pudéssemos, cancelaríamos o pesado golpe de retorno que paira sobre a humanidade e sobre o planeta. Mas para que o espírito se liberte é preciso que se rompam grilhões, e assim a purificação acompanha, lado a lado, o fechamento das contas. O céu se torna escuro no momento da tempestade. Porém, tendo ela passado, profunda é a paz que sobrevém. Por isso, Nossos discípulos são chamados de Semeadores do futuro: em meio à escuridão, prenunciam a Paz.

Quando durante o dia o céu se escurecer e a luz não mais puder ser vista, onde quer que estiverdes aquietai-vos e orai. Agradecei, pois terá chegado o momento da grande liberação. Estreitai vossos laços com a Hierarquia. Estreitai vossos laços com o supremo amor. Não temais. O espírito se regozija ante a liberação do ser.

Se buscais a luz, entregai-vos a ela. Não vós iludais — é preciso firmeza e fidelidade. As chaves de poder serão entregues aos que cruzarem o Portal. Que os servidores caminhem; que reconheçam o valor da entrega e que amem verdadeiramente.

A devoção é a chama que sustém o peregrino no caminho — e que o faz avançar. Que seja pura. E que ele saiba morrer para o que se passou.

A devoção e a humildade são a base da entrega. Da união dessas correntes nasce a reverencia. Há delicadas sementes germinando, o planeta transforma-se rapidamente. Assumi, com sinceridade, o Caminho.

A chama da vida é eterna, mas sua radiância varia segundo as condições do ambiente que a acolhe. Por isso Nós indicamos a permanente afirmação dos votos interiores. É preciso fortalecer a ligação com a Hierarquia. É preciso que o céu e a terra se unifiquem. É preciso que o amor supremo permeie todas as partículas. É tempo de despertar.

Não procureis culpados. Cada qual é responsável por seus atos — disso não há como escapar. O equilíbrio dos universos é mantido por leis de precisão inimaginável para a mente do homem. Assim dizemos: transformai em vós o que deve ser transformado no mundo. Elevai em vós o que nesta Terra deve elevar-se. Amai a luz, Amai, verdadeiramente amai.

De que vale, nesta época, envolver-vos com a crônica dos acontecimentos que assolam a civilização? Maior ajuda daríeis ao mundo se vencêsseis o inimigo em vosso interior. Pedi a graça, verdadeiramente — e ela vos será dada.

O silêncio é conhecido de poucos neste planeta. Porém, as transformações que dele podem advir são poderosas. O silêncio é necessário para a compreensão das leis universais e para o correto cumprimento da tarefa. O silêncio é o vestíbulo do Encontro. Para penetrá-lo, é preciso devoção; é preciso pureza e fé.

Não há diferença de valor entre uma pequena e uma grande ação. Muitos conceitos errôneos, criados pelos homens, sobrepõem-se à realidade, recobrindo-a com insensatez. Em verdade, qualquer movimento — não importa a sua proporção — repercute na imensidão cósmica, refletindo-se nas várias esferas. É tempo de assumirdes a integração dos universos. Afinal, deveis amadurecer.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares

Sites