Amhaj

Para que possais trilhar a senda luminosa é preciso responder ao Chamado. Isso significa vencerdes provas, nas quais terão confirmado o vosso elo com a verdade e com a luz. Todos os seres, um dia, penetram essa senda e alcançam a Morada Celestial. Porém, eons se passam até que o ciclo se consume. Não vos intimideis frente ao mal. Não desafieis o inimigo. Não retardeis vosso caminhar pelo clamor do passado. A poeira dos tempos será lavada do vosso ser; novas vestes trajareis, e grande será o júbilo da libertação. Porém, nessa senda pisareis sobre rosas e espinhos, e devereis aprender o mistério do Bem. É tempo de justiça. É tempo de graças. Magnífico poder, o Irmão Maior se aproxima. Silenciai vosso coração e acolhei o grande amor. Tendes a Nossa paz.

Hierarquia

domingo, 30 de outubro de 2011

Livro - Encontro Interno (A Consciência-Nave)

Este livro apresenta as bases para o encontro não só com o próprio Ser Interior, mas também com os Comandos e naves encarregadas do traslado de seres da superfície da Terra para outras áreas do Universo e para outros níveis de consciência. As operações da evacuação planetária já tiveram início, embora não de forma global, o que acontecerá em um futuro próximo. A cronologia terrestre e mental é diferente da ordenação dos fatos internos. Portanto, “futuro próximo” refere-se aqui não ao “tempo dos relógios”, mas à preparação interior dos universos, dos sistemas planetários e dos indivíduos para esta Transição. Um livro obrigatório para todos os que se informam sobre a verdadeira situação do planeta e sua transição para etapas mais sutis.

Trechos extraídos deste livro:

 páginas. 21, 22, 23, 27, 28, 29, 30, 32, 33, 37, 38, 39, 40, 41, 47, 48, 49, 55, 56, 57, 63.


(...) Trabalhai a humildade, o amor e a compreensão, colocando-vos em atitude de oração e entrega. Não dispenseis atenção às coisas materiais além do necessário. Deixai que as transmutações ocorram em vosso ser, atraídas pelo mais alto estado de vibração em que puderes vos colocar. O recolhimento individual é necessário para que a energia se harmonize em vós. (...)

(...) Quando obedeceis prontamente aos sinais, poupais a energia d’Aqueles que, nos planos internos, vos acompanham, vos guiam e resguardam vosso trabalho. Entregai-vos com Fé, sem restrições. Nós vos esperamos. (...)

(...) Há quanto tempo vos chamamos, há quanto tempo aguardamos vossa resposta! Agora o momento é chegado, como é chegada a vossa hora. (...)

Acolhei vossos semelhantes com amor e alegria. Assim poderão estar convosco espontâneos e serenos. Sabei dar a cada um o alimento de que necessita para superar os limites do próprio ego. Muitos estão tendo sua sintonia ajustada. Nunca vos esqueçais de que cada indivíduo é uma *Mônada que, em diferentes graus e estágios, busca a libertação. Não vos enganeis, pois, com aparências. O conhecimento da **Lei do Amor permitirá que uma série de processos de transmutação de coisas mais grosseiras nem precise chegar ao plano físico. Se purificardes vossos níveis conscientes, ireis antecipadamente eliminando as camadas que devem ser liberadas antes que o Plano se cumpra.

À medida que caminhardes vos serão apresentados os desdobramentos que vosso trabalho pode ter, expansões que permanecem em aberto para serem assumidas ou não. Atentai, pois ai estão os vossos momentos de escolha.

A necessidade dos vossos semelhantes e a possibilidade de ampliardes o vosso trabalho favorecem a precipitação de vosso ingresso em novas etapas. Sabei que, com a dinamização criada por núcleos de serviço verdadeiros, muito é transformado na aura planetária. Aberturas são criadas, fruto da ação de toda uma rede de Mônadas que se reúnem para esse fim. Seu trabalho no plano físico é feito não só com os seres encarnados que têm entre si uma forte ligação interna de Amor e Compreensão (duas energias potentíssimas), mas também com aqueles que buscam um ponto de referencia para os seus próximos passos. À medida que vos elevardes, cada vez menos tereis entre vós os que sugam a energia criadora.

Permanecei atentos e abertos às funções interna dos que se acercam de vós com atitude de entrega e de pura devoção. Eles serão, no momento oportuno, peças-chave nas tarefas que irão se apresentar a vós. Com amor desinteressado, colaborai na sua formação, pois esses irmãos poderão ser como centelhas de Fogo irradiando-se por todo o grupo. Confiai na orientação interna que tendes ao vosso dispor, e sabereis reconhecer a atitude correta para cada momento. (...)

(...) Dizemo-vos ainda estais a tempo; porém, que o ponto a que chegastes deveria ter sido alcançado há décadas e, em certos casos, há séculos do vosso calendário terrestre. Muitos fostes trabalhados para permitirdes que a Luz permeasse cada uma de vossas ações. Deveis, no entanto, trazer mais puramente à vossa consciência essa clareza agora tão necessária. Os que assumem uma tarefa no serviço espiritual, seja ela qual for, devem fazê-lo com amor e dedicação, sem se comparar com os demais e sem se envolver com o fato de que poderiam estar em outro ponto evolutivo.

Sabei que os ajustes em vossos corpos são feitos pouco a pouco, e não de uma só vez. Vossas desarmonias e vosso orgulho vão sendo transformados pela irradiação da Grande Presença, sempre próxima.


É somente à medida que vos curvardes inteiramente a Ela que vos sentireis aliviados das impurezas que hoje vos tolhem realizar o verdadeiro serviço.

Não deixeis escoar a oportunidade de permitir a manifestação do Divino nas tarefas que vos são oferecidas. Estais em prova, e vossa atitude determinará a realização ou não de certas etapas do trabalho do Plano evolutivo. Cabem-vos as decisões, mas estamos a vós vinculados; todos fazemos parte da rede que compõe esse Plano. Nada, por sua expressão material somente, tem a energia da beleza e da elevação. Só com amor, entrega, alegria e inteireza é que ocorre a transformação da matéria, de modo a espelhar a Luz divina e a estimular os indivíduos a buscarem um estado de sublime elevação. Não ambiciones recompensas, pois reforçaríeis assim aspectos do eu inferior que soa obstáculos ao vosso caminhar.

Purificai os traços pessoais do vosso trabalho e ambiente, para que sejais semeadores desta seara que o Grande Cultivador vos entrega. (...)

(...) As chamadas “intuições” não são um processo aleatório, mas fazem parte de um circuito de informações onde nossos Mensageiros estão presentes, atuando e controlando todo o processo. Mesmo quando a inspiração provém de núcleos internos dos indivíduos, esses núcleos integram uma rede de contato, pois recebem de outras fontes o conteúdo a transmitir.

É preciso que vos impessoalizeis, para perceberdes essa rede da qual sois participantes.
A visualização de parte do Plano pode ocorrer com vários indivíduos ao mesmo tempo. Trabalhai com humildade e espírito de colaboração; cultivai o contato grupal regular, a confiança sincera, sem receios ou críticas mentais.

Haveis de vos precaver, no entanto, para não enfatizar o lado fenomênico dessas percepções, como já deveis saber. Certas emanações são provenientes de planos subconscientes e inferiores do ser, e o estudante inexperiente pode confundi-las com contatos verdadeiros.

Devem ser purificadas através da entrega, pois na vida terrestre a ilusão ainda está presente. Os espelhos transmutam e elevam essa energia condensada, o subconsciente. Antes que aMônada desperte, porém, não temos permissão para atuar nesse sentido.

O Centro Intraterreno AURORA foi fundado nos primórdios da implantação da ***Hierarquia nesta planeta e, desde o início, teve a função de promover a conexão do homem com os Cosmos, sua origem. Pode ser compreendido como um Centro Iniciático, mas não no mesmo sentido de ERKS. Lida com a cura e a transmutação dos elementos; a alquimia do Cosmos é um de seus segredos. Suas ramificações estendem-se além dos limites de vossa imaginação, e muitos personagens de vossa historia foram seus Mensageiros. AURORA trabalha com a energia da**** MÃE CÓSMICA, que abriga no seio todos os seus filhos.

Esse Centro atuou várias vezes na superfície deste planeta, e trasladou-se (como polarização) de uma região a outra. Em tempos pretéritos chegou a materializar-se. Por não poder expor-se ao ataque de forças adversas que eram potentes nos planos materiais em certos períodos de vossa historia (como a época da Atlântida), necessitou recolher-se. Tornou-se então oculto, sutilizando-se. Sua atuação é profunda e não se restringe à Terra – abrange também outras áreas deste sistema solar. O que sabeis da manifestação de Aurora e dos irmãos que se prestam ao sacrifício de externar-se materialmente é uma ínfima parcela do seu verdadeiro trabalho.

ANTUAK compõe as Falanges Energéticas de AURORA e tem hoje sob seu comando miríades de consciências. Lida com a transmutação do elemento material de maneira alquímica, em todos os planos da manifestação. Podeis encontrar ANTUAK, bem como outras Hierarquias, em diferentes planos, sob diversas roupagens. Não vos iludais com nenhuma delas – buscai sempre um ponto mais elevado de contato e união. Não vos fixeis no que já sabeis, pois vosso conhecimento se ampliará a cada passo que derdes.

A transmutação processa-se a nível intra-atômico e tem desdobramentos. O verdadeiro trabalho que se dá na transmutação ainda é para vós oculto, mas podereis participar dele conscientemente à medida que vos elevardes. ANTUAK, Hierarquia que internamente se encontra em contato com alguns de vós, tem conexão com um Centro Intergalático “distante” e muito potente. O fato de uma Entidade como essa estar ligada a um Centro não exclui a possibilidade de ela atuar em várias parte e planos do Cosmos. Sua consciência é suficientemente ampla para isso, e diferente a sua expressão em cada nível de vida.

Para que, na Terra, um verdadeiro Centro de cura possa existir é necessário que ele tenha coligações interiores com Núcleos Cósmicos de transmutação. AURORA irradia sua Luz até os confins do horizonte cósmico. Evoca a resposta de aglomerados estelares ligados à transmutação. A transmutação é um dos vossos principais trabalhos agora; mas, como sabeis, não necessitais ter consciência dele para que seja efetivo. (...)

(...) O ataque de forças adversas é especialmente ativo durante o trabalho interior. Lembrai-vos de que as portas de entrada para elas encontram-se nos planos psíquicos; a cada um de vós cabe fechar em si próprio a passagem para essas vibrações, e podeis fazê-lo deixando de alimentar os próprios vícios. Um vício é o produto de um habito. Renunciai aos vossos hábitos e não mais sereis vulneráveis a vícios.

Sabeis reconhecer os tempos de hoje e moldai vossas vidas em conformidade.

(...) O chamado já penetra vossos corpos. A Luz dos Espelhos já se reflete em vossos rostos. Relaxai e permiti que vossas células sejam permeadas por essa energia. Experiências internas ocorrem ainda que vossos veículos não as percebam. Preservai esses tesouros, afastai-os da curiosidade. Essa energia é inesgotável se por ela zelais.

A sintonização com estados sublimes vos recoliga à energia que foi através deles gerada. No eterno presente, voltais a tocar a Fonte que vos levou àquele encontro. Vossa mente, como elo e ligação, tem no seu mecanismo a possibilidade de colocar-vos em contato com a energia da Onipresença. Quanto mais a vossa vibração se eleva, mais aberto se torna o vosso campo mental ao contato com o eterno Presente, mais sutil o grau de energia que chega a vós.

Falamos-vos assim para que estejais atentos aos vossos pensamentos. Através da vossa sintonia mental podeis alinhar-vos com níveis de realidade superiores ou receber as baixas emanações dos planos mais densos. A escolha é vossa. (...)

(...) O som das trombetas já ecoa por todos os rincões do vosso planeta. As naves já cruzam os céus dizendo-vos que é hora de vos colocardes a postos. Desligai-vos do conceito tempo, pois é chegado o momento, como no passado, de grandes cataclismos e holocaustos. Não há um instante definido para que a evacuação se dê, da forma como possais imaginar. Conjunções que obedecem a ritmos maiores determinam esse encontro. Haveis de estar preparados, pois, se os Mensageiros baterem à vossa porta e não a abrirdes prontamente, perdereis mais uma vez a oportunidade de unir-vos ao Plano. Estai sempre prontos, porque não sabeis quando o Senhor se revelará.

(...) Internamente, cada ser colabora na evolução de todos os Reinos e aspira por ela. Mantende essa clareza em vossos atos e, assim, percebereis vossa vibração sendo ajustada de acordo com a vossa abertura. Para vós, somos as portas de um novo Universo. Sois conduzidos por vossas Mônadas e pela cuidadosa mão desses Irmãos que com amor aplainam caminhos para cumprirdes vossos destinos superiores.

Nos encontros de oração e vigília podem ocorrer aberturas significativas sempre que vos colocardes interiormente como refletores das Energias. Assim, cada participante poderá receber o que lhe cabe. Podeis atuar como uma base em que a energia-consciência pode refletir-se, descendo aos planos materiais de forma a acender em vossos irmãos a chama do Fogo Interior.

Não espereis, porém, realizações externas, pois o desenvolvimento que vos aguarda dirige-se sempre ao imaterial. Não são fatos o que determina vossa evolução. Já estais conosco e juntos prosseguiremos. Abri-vos para o serviço e vos unireis mais profundamente a nós. Vossas Mônadas podem estar servindo em muitos pontos do Cosmos, e se caminhardes corretamente podereis ter consciência da ajuda que prestais. Não vos preocupeis, pois não há limites para o vosso crescimento. Isso diz respeito também a uma ampliação na evolução de vosso eu consciente.

Quando tarefas internas vos são reveladas, trazem uma prova para o vosso eu consciente. É sempre preciso crescer em gratidão, entrega e humildade para que não se insufle o ego humano. Assim, certos aspectos internos do serviço só começarão a ser conhecidos por vós quando já tiverdes condições de passar por essa prova. Ela está aí e tereis de enfrentá-la. Enquanto isso se dá, em outras esferas de vosso Ser Interior, degraus também vão sendo galgados. Com serenidade, reconhecereis colaboração interna de que dispondes e sabereis que muitos são os co-artíficies do vosso desenvolvimento espiritual.

Vários véus de ilusão terão de ser reconhecidos e transcendidos para que chegueis a perceber essas nuanças. Desapegai-vos, e vereis o que a maioria não percebe,
Sabeis diferenciar as horas de claridade daquelas de escuridão aparente, e utilizai-as propriamente. Lembrai-vos de que estais em um “laboratório” e que elementos estão sendo combinados para que se dê uma reação “química”.

A pureza desses elementos (que sois vós) determinará a pureza da reação e o conseguimento do produto final. Falamo-vos por parábolas para que ampliações ocorram.

Em vossa purificação, os alimentos deverão ser reconhecidos em seu devido lugar dentro do processo, para vós, a função deles é completar um circuito de energias no plano físico, e não satisfazer desejos ou servir de escape para vosso psiquismo. O alimento leve e puro deverá ser buscado sempre que possível. Ervas e certas raízes silvestres poderão ser utilizadas. Nas horas difíceis que virão, ireis permutar alimentos com vossos semelhantes.

Grande será o conflito em todo o planeta, e na igreja ocorrerá uma cisão. Através dessas lutas, forças involutivas irão atuar. Mantende-vos em oração, para não vos envolverdes. Silenciai vossos movimentos perante a sociedade é algo prudente, e deverá ser cultivado. Deveis fazer vossos contatos externos normalmente, sem separatividade e inspirados por vosso Ser Interior, mas sem perderdes as oportunidades de estar em solidão, em recolhimento, buscando a paz e a harmonia em vosso próprio íntimo.

A necessidade de transformação é grande e vosso calendário-Terra prossegue em direção à mudança de ciclo esperada. Os Conselhos Suprafísicos observam-vos e, sabei, nossa Irmandade caminhará entre vós, pois nos momentos da evacuação planetária isso será necessário. Guardai silêncio e preservai um local adequado para os vossos contatos. Avançai, sem pensar no passado nem no futuro.

Durante a evacuação planetária podereis estar trabalhando em planos sutis de consciência e, para tanto, conexões previas deverão ocorrer, bem como a preparação de trabalhos em conjunto conosco. Tereis a impressão, em certos momentos, de estar fora de vossos corpos. Diante dessas informações, porém, não deis asas à imaginação, mas redobrai vossa concentração no Eterno Presente.

 (...) Não sois um, sois muito em vós mesmos. (...)


Download deste livro: http://www.4shared.com/document/g52Hjrje/1991-Encontro_Interno__A_Consc.html?

Áudio sobre este livro:

Encontro Interno (A Consciência-Nave): http://www.irdin.org.br/acervo/detalhes/3265

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares

Sites