Amhaj

Para que possais trilhar a senda luminosa é preciso responder ao Chamado. Isso significa vencerdes provas, nas quais terão confirmado o vosso elo com a verdade e com a luz. Todos os seres, um dia, penetram essa senda e alcançam a Morada Celestial. Porém, eons se passam até que o ciclo se consume. Não vos intimideis frente ao mal. Não desafieis o inimigo. Não retardeis vosso caminhar pelo clamor do passado. A poeira dos tempos será lavada do vosso ser; novas vestes trajareis, e grande será o júbilo da libertação. Porém, nessa senda pisareis sobre rosas e espinhos, e devereis aprender o mistério do Bem. É tempo de justiça. É tempo de graças. Magnífico poder, o Irmão Maior se aproxima. Silenciai vosso coração e acolhei o grande amor. Tendes a Nossa paz.

Hierarquia

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Mantra

MANTRA — Conjunto e palavras ou de sons com tom e ritmo tais que lhe permite atuar como instrumento criador, invocar, canalizar energias edificar e dissolver estruturas sutis e plasmar estados internos, seja no individuo, seja no ambiente, desde que emitido com atitude e sintonia corretas: entrega e reverência ao eu interior e ausência de expectativas. O uso dos mantras pode ter amplas repercussões e influir em toda a órbita planetária. Cada mantra transmite qualidade energética peculiar e várias são as tarefas que cumpre. Ademais, cada corrente de energia cósmica contém e gera seus próprios mantras e os revela no tom e no ritmo adequados ao momento e à conjuntura em que se manifesta.

Por isso, as sucessivas expressões do ensinamento apresentam nuanças distintas. Paul Brunton (1898 – 1981) assinala que a prática do mantra yoga, como método capaz de suprimir tendências divagadoras da mente, era bem conhecida não só na Índia, mas também na Igreja romana e na oriental, entre os sufis e entre os lamas. Traça um paralelo da técnica indiana com a praticada pelos monges cristãos em Monte Athos (Mar Egeu, entre a Grécia e a Turquia), na qual se usava o nome de Jesus (The Notebooks of Paul Brunton, Vol. I IV e X).

Nesta época, em que o idioma *Irdin pode ser redescoberto pelo homem da superfície da Terra, o uso de mantras toma nova dimensão e tem como meta a formação interna, o preparo para o resgate e a elevação espiritual dos seres, em coligação com os Espelhos. Nos mantras em Irdin apresentados a seguir, um ou outro aspecto desses propósitos fica mais evidente.

Oferta do próprio ser para o encontro interior:

URU SHANTI NARAUGUAN / URU SANI GUARU / SABIRANTU NARAUAMA / ITI/SHANTI NAURU

(Pronúncia: uru chanti narauam / uru sani uaru / sabirantu narauama / iti / chanti nauru)


Chave para contato:

AI UA SHIKUMA /SHIRIBANTU SIRA MANA / AIKI AIKI SHIKHUMA / SHIKHUMA / SHIKHUMA

(Pronúncia:ai quiqui maua sicuma / siribantu saira mana / aqui sicuma / sicuma / sicuma)


 Disponibilidade para purificação:

OKUKA / OKUKA BANAI ITI / SHIBANA KIKI NAGUA

(Pronúncia: ocuca / ocuca banal iti / chibana qiqui naua)


 Coligação com a Nave Alfa:

SOHIN / SOHIN / SOHIN / SOHIN / MANUAK SIKIUK NAGUA

(Proúncia: soin / soin / soin / soin / manuac siquiuc naua)


Coligação com a Hierarquia:

SAMANA SIVUTUAMA / SAMANA / SAMANA / SAMANA

(Pronúncia: samana sivutuama / samana / samana / samana)


Confirmação dos votos interiores, saudação

SAITI IMU / SARUAH IKU / SAITI SARUAH IMU / SAITI IMU / SARH IKU / SAITI SARUAH IMU / SAITI

(Pronúncia: saiti imu / sarua icu / saiti sarua imu / saiti imu / sarua icu / saiti sarua imu / saiti)


Entrega e devoção ao mundo interior, elevação das energias:

SARU / SARU / SARU / SARU / TIMINA ICA SIKU / SARU / SARU / SARU / SARU IMINA NA BANTU


(Pronúncia:saru / saru / saru / saru timina ica sicu / saru / saru / saru / saru imina na bantu)

Chave de reverência e gratidão:

IRI SHIRIN MAGUAK SIKIUK / IRI SHIRIN MAGUAK SIKIUK

(Pronúncia:iri chirin mauac siquiuc / iri chirin mauac siquiuc)


Os mantras são valiosos para a elevação da consciência do ser humano e para o serviço. No entanto, serão inócuos ou poderão ter conseqüências negativas se houver ambição, ânsia de poder ou intenção de dirigi-los para conseguimento de metas pessoais, pois, se o indivíduo não estiver sintonizado com o Alto, o vórtice de energia gerado pelo som mântrico não alcança os níveis internos com os quais ele deve entrar em contato e atrai forças de planos intermediários.

Os mantras podem ser pronunciados em voz alta, murmurados, ou expressos só mentalmente. Em certos casos, uma melodia adequada para o momento pode surgir de maneira espontânea. Como norma geral, o mantra deve ressoar no silencio do coração. É possível, assim, perceber o movimento produzido por ele, sem, contudo enveredar por fantasias. A entrega ao mundo interior e a consciência de estar a serviço são guias, e as verdadeiras percepções decorrem delas. Cada mantra, cada saudação, cada oração é uma chave. É necessário estabelecer a conexão com esse mundo interior para os sons trazerem consigo que energia que os gerou. Assim sintonizado, o indivíduo pode divisar as portas que eles abrem em seu caminho.

Há mantras universais, que servem para muitos e são válidos por longo ciclo, como, por exemplo,Huamanaykha Shiminikha, em Irdin, cujo significado é: “Neste encontro honro-Te, Senhor”. Por outro lado, cada indivíduo tem um mantra, correspondente ao seu próprio “som” no nível monâdico (vide mônada), e fato análogo ocorre com grupos, nações, planetas e galáxias. Certos mantras cumprem ciclos breves, tais como os que preparam grupos e indivíduos para o contato com realidades sutis tão logo esse degrau é galgado, esvaziam-se daquilo que os vivificava. A origem dos mantras é sempre o mundo interior, podem ser usados na busca da vida superior,, na construção de um canal sutil para o cumprimento de tarefa do Plano evolutivo ou, simplesmente, na glorificação do Criador. O ritmo e o tom de um mantra não são fixos; precisam ser reconhecidos a cada momento. Quando pronunciado em voz alta, a intensidade pode variar conforme a situação, reforçando a ação do Verbo (energia interna do som) sobre os estratos etéricos do ambiente e das auras individuais.

Ao trabalhar com os mantras em grupo, a atitude de cada indivíduo influi no conjunto. Expectativas e criticas prejudicam o fluir da energia, mas as atitudes positivas já mencionadas permitem que ela promova a purificação gradativa da aura individual, grupal e planetária. Isso é feito sem esforço, por transmutações operadas quando se está em alinhamento com as Hierarquias e com os Instrutores internos (vide Hierarquia da Instrução e Instrutor). O trabalho invisível é mais eficaz que aquele cujos resultados concretos se podem perceber. Os mantras são sempre facultativos na ascese e na vida de serviço; em caso algum devem ser usados sob coerção. Cada indivíduo e cada grupo descobrirão o seu modo de fazê-lo, mas neles a devoção precisa estar permanentemente viva.

Extraído do livro Glossário esotérico de Trigueirinho


Disponibilidade para a purificação:







Coligação com a Nave Alfa:






Oferta do próprio ser para o encontro interior:




Mantra Irdin - ORUHU SAMANA:

 ORUHU SAMANA
ORUHU SAMANA SAMANA SINVAI MISHUK
ORUHU
ORUHU SAMANA SINVAI ANTUAK MISHUK
ORUHU
SAMANA SINVAI NAIMU
SAMANA SINVAI NAIMU
SAMANA SAMANA SAMANA SAMANA ORUHU
ORUHU
SAMANA SAMANA SAMANA SAMANA ORUHU
ORUHU
SAMANA SINVAI NAIMU
SAMANA SINVAI NAIMU
SAMANA MISHUK ANTUAK NAIMU SINDU
ORUHU
SAMANA MISHUK ANTUAK NAIMU SINDU
ORUHU
ORUHU SINVAI NAIMU
ORUHU SINVAI NAIMU
ORUHU ORUHU






Mantra Irdin - MISHUK:

MISHUK MISHUK MISHUK

SAITI NARUA IKU SAGUA
SAITI MANAI KIKI SAGUA
MISHUK MISHUK
SABANARA KIKI SHIKU
SAIBANARA KIKI SHIKU SAGUA
MISHUK
SAIBANA SHIRI KITUK
SAIBANA SHIRI KITUK
MISHUK MISHUK MISHUK





Mantra Irdin - UARAHI SORUAH MANU

SORUAH IKU MANU SORUAH IMU
SORUAH
SORUAH IKU MANU SORUAH IMU
SORUAH
SORUAH KIKI MANA IKU SORUAH
SORUAH
SORUAH KIKI MANA IKU SORUAH
SORUAH
UARAHI SORUAH MANU
UARAHI SORUAH MANU
TO IMOK NAGU SORUAH IKU
SORUAH
TO IMOK NAGU SORUAH IKU
SORUAH
SORUAH KATI MANU SORUAH IKU
SORUAH
SORUAH KATI MANU SORUAH IKU
SORUAH
IMUK SORUAH IMU
IMUK SORUAH IMU
IMUK IMUK IMUK IMUK SORUAH
SORUAH
IMUK IMUK IMUK IMUK SORUAH
SORUAH
UARAHI SORUAH MANU
UARAHI SORUAH MANU
UARAHI





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares

Sites