Amhaj

Para que possais trilhar a senda luminosa é preciso responder ao Chamado. Isso significa vencerdes provas, nas quais terão confirmado o vosso elo com a verdade e com a luz. Todos os seres, um dia, penetram essa senda e alcançam a Morada Celestial. Porém, eons se passam até que o ciclo se consume. Não vos intimideis frente ao mal. Não desafieis o inimigo. Não retardeis vosso caminhar pelo clamor do passado. A poeira dos tempos será lavada do vosso ser; novas vestes trajareis, e grande será o júbilo da libertação. Porém, nessa senda pisareis sobre rosas e espinhos, e devereis aprender o mistério do Bem. É tempo de justiça. É tempo de graças. Magnífico poder, o Irmão Maior se aproxima. Silenciai vosso coração e acolhei o grande amor. Tendes a Nossa paz.

Hierarquia

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Signos do amanhecer Parte IV


                                                                O AMOR CÓSMICO

"Cada universo é afirmado por Mim uma só vez, no seu início. A Minha matriz está presente em cada partícula que a partir desse momento é dinamizada. Porque, em Verdade, Eu afirmo cada Universo uma única vez."


1.

As Leis do Amor são três: Unir, Iluminar, Libertar. A perfeição do Fogo está no equilibrio das três.

2.

Eu deixo claro nos éteres: O Amor que descerá sobre a Terra queima a ignorância e dissolve os monstros. Como o definirá o homem, então?

3.

Eu firmo nos éteres o Selo que atrai a Verdade: Sim, o Amor desce unicamente para poder subir de novo, erguendo nas Suas Asas a Vida e os Mundos. Como o definirá o homem, então?

4.

Estais habituados ao Amor Descendente. Preparai-vos para o Amor Ascendente.

Enquanto o Amor Descendente produz no Ser o contentamento de amar, e de amar para si. O Amor Ascendente ao amar, ama para si e para Deus.

5.

Eu firmo nos éteres o Som que une as Esferas: O Amor que virá não é conhecido. Contudo o puro reconhecer-se-á nas águas vivas desse Amor Infinito.

6.

Eu afirmo o Mistério do Coração-Dínamo: O Amor que descerá sobre a Terra não tece nem laça, não traça nem forma, não desenha nem molda, não prende nem fascina, mas por Ele, sobre Ele e para Ele o Jardim será criado.

7.

Eu afirmo o Mistério do Coração-Centro: O Amor que descerá sobre a Terra não apresentará doutrina, não ergue templos nem estabelece rumos, Ele queima e fecunda, por Ele todas as formas serão elevadas à condição de Habitáculo.

8.

O Amor Cósmico fala de um Grande Sol Central. Os Seus filhos reconhecem o Mensageiro do Pai e respondem.

9.

No seio da Criação existe apenas o Amor Cósmico, a Voz que "afirma" o universo. O Seu alento revela a natureza última do Supremo.

10.

A Eternidade anuncia-se: é como um par de Mãos Abertas no mais Alto Sidério. O Mistério anuncia-se e renova-se: é como Grandes Pálpebras Descidas, que velam o brilho do Rosto insondável.

11.

O casco e o mastro são parte do navio. Mesmo a vela é parte do navio. Contudo, aquilo que impele para a frente, o Vento, transcende a embarcação.

12.

O Amor que anunciamos vem do Pai e pertençe ao Alto. Procede do Alto e ao Alto retorna, o Pai o envia e pelo Pai é acolhido. Isto não tem princípio nem fim. Não cries obstáculos à circulacão das correntes do Imã Cósmico.

13.

Meus filhos, escutai o desafio: Sondai o Insondável.

14.

O pulsar do Coração-Radiante não conhece véus, não se detém nas fronteiras, sejam elas do Céu ou da Terra. No âmago do Imã está a senha que permite ao Viajante cruzar todos os Portais, conhecer todos os Núcleos, ir além das Idades.

15.

Em folhas já escritas em tempos passados Eu uni com os raios das Luzes Mais Altas os dois olhos da Humanidade: Ocidente e Oriente encontraram-se no Meu Regaço. Os Meus Agentes foram fiéis e o trabalho bem sucedido. Agora é tempo de elevar essa síntese a um mais profundo Olho, a Consciência que vem do Sol, lá onde apenas penetram os Filhos do Silêncio.

16.

Nesta Galáxia e neste sistema solar tudo é Coração. Assim também na Terra. O Instrutor do Mundo foca o Coração-Estrela, o Senhor da Civilização foca o Coração-Dínamo, o Manu foca o Coração-Centro. Amuna Khur é o próprio Radiante.

17.

Observo. Aos olhos da humanidade pareço passivo, mas o Meu olhar age: Ele sutura a cicatriz que o homem produziu na textura dos tempos. Não tenho idade. Não tenho idade. Não tenho idade.

18.

O fluido Brill pode ser invocado pelo Coração. Desta forma adquire uma tonalidade que elimina as marcas dos golpes mais violentos. Nada fica por redimir, no Coração Radiante.

19.

Já o disse: O Amor que descerá sobre o jardim-Terra não é conhecido. Não o maculeis com operetas.

20.

O Amor que descerá sobre a Terra é incorrruptível. Como o definirão os homens, então?

21.

Os homens não O definirão, finalmente.

22.

Não, não é uma analogia. Falamos mesmo de Radioactividade benigna. Essa é uma das compreensões possíveis da Radiância.

23.

O Coração Radiante é alegre, mas a alegria do coração é solene. Assim Eu Sou: a solenidade do Coração é leve, até mesmo infantil.

No Centro do Ser, solenidade e alegria são um mesmo ponto, uma mesma Consciência.

24.

O equipamento cardíaco subtil pode ser paralizado pela ausência de Alegria. Porém, do mistério do Coração transpira a própria Alegria. Assim o Coração-Centro alimenta o Coração-Dínamo.

25.

Além da paz? A bem aventurança, Ananda sem limites...

26.

A opacidade do Véu varia com o grau de Pureza do olhar.

27.

A viagens no tempo fazem-se na Consciência. Ao admitires em ti a violência acabas de, exactamente, viajar ao passado. Ao realizares em ti os Novos Dias tornaste-te um ponto de aplicação do futuro, uma partícula-habitante do futuro, portanto.

Através dos Meus Filhos o futuro penetra no passado, como um Sol implacável, dissolvendo-o, eliminando as infecções nos centros reflectores e restituindo a luz da Vida Eterna aos tecidos.

Estar no passado, no futuro ou na Eternidade é determinado pelos estados da Consciência. Isto é científico e deverá ser ampliado.

28.

O Universo caminha para a Glória Suprema. É possível ver claro: O futuro, por sua própria natureza, é positivo.

29.

Não há tempo a perder com os mapas obsoletos que os homens desenharam. Avançai para o próximo ponto de Luz. Avançai para a próxima tela de fios brilhantes, avançai sem demora para o próximo momentum criativo, avançai para o que é verdadeiro. Eu estou lá, aguardando-vos. Sim! Eu prevejo seres que se deslocam como velozes pássaros luminosos, o que, para a maioria, é desconhecido.

30.

Pronunciai o Amor Cósmico, esse é o Meu Nome.

31.

Convocamos para o Conclave o melhor fruto da Colheita.

Procuramos aparelhos rigorosos, equipamentos leves e articulados, procuramos radares humanos, sensores que respondam à mínima impressão do fluido energético, seres que caminhem entre as flores sem as dobrar e olhem os pássaros sem os atrair.

32.

Caminhai na Minha Presença; Vivei em Glória.

33.

Certas crianças são portadoras de veículos onde, por acção da elevação da consciência progenitora, o selo sagrado oculto no óvulo pode imprimir uma vibração mais elevada. Na concepção dessas crianças o campo aurico materno atraiu o mais puro éter possível para a construção dos corpos sólido-líquido e gasoso-etérico. Esses meninos existem em um sub-nível vibratório mais elevado, sendo por isso mais sensíveis às agressões do meio tridimensional.

Eles tendem quase que automaticamente para a condição de canais puros.

É vossa tarefa reconhecer estas crianças e de forma invisível protegerem-nas das armadilhas da vulgaridade, da educação incorreta e do emocionalismo. Corpos assim tão subtis têm uma função: As células dos grosseiros veículos humanos podem ser despertas para a consciência-Luz através do contacto com as auras destas crianças.

34.

Nada querer é querer muito à Vontade do Pai.

35.

Se o vosso aparelho estiver correctamente regulado, o trabalho justo revelará a Fonte de Sabedoria que oculta. Em cada actividade da vida quotidiana encontrareis um símbolo e um motor. Isso é assim porque no trabalho justo abundam as páginas do Livro do Grande Conhecimento.

Nós não nos escondemos. Um pianista pode contactar-Nos através da sensibilidade musical. Um pescador pode contactar-Nos através da faina. Um astronauta pode contactar-Nos através do vôo orbital. Um padeiro pode reconhecer a Nossa Presença no calor do pão.

Em cada trabalho justo existe um campo de contacto.

36.

O que vela o Segredo da Câmara de Amuna Khur? A Hierarquia jamais o revela. E contudo é pela comunhão com o Segredo que se formam os Sábios.

37.

Procuras-Me? Entrega-te.

38.

Eu criei o Jardim-Terra. Eu moldei o barro com mãos de Fogo, pois Eu sorrio à textura da matéria dócil.

No princípio Eu sabia onde as sementes iriam cair, pois Eu Vejo a Terra nas três telas do Tempo. Sim. Eu aperfeiçoei o botão da Rosa do Espírito antes mesmo que esta nascesse no vosso peito. Compuz as telas da Beleza mesmo antes que as almas individuais emergissem em seus planos.

Eu chamei os Meus Filhos tantas vezes quanto os éteres a rasgar. A Minha pulsação aqueceu a Terra como o pássaro aquece o ninho, repleto de pequenas vidas.

Agora crio na superfície dos Espelhos internos e, libertando-vos, tomo conta da Casa que criei. Sou três vezes antigo. Sou três vezes futuro. Sou três vezes Eterno.

39.

Ritmo! Ritmo! Ritmo! A depressão dos veículos é um sintoma de ausência de Ritmo. Há sempre um campo próximo que necessita de ser lavrado, há sempre um Irmão próximo que procura o contacto com a irradiação do Coração Pleno!

40.

Normalmente um passo em falso é acompanhado pela sua sombra: a paralisia imposta pela culpa. Com isto as forças inimigas da humanidade tem por onde actuar a dobrar. Eu digo: Não percas tempo, pois o Sol está sempre, sempre, em frente à tua Consciência, discípulo, e, sem te julgar, abre-se para te receber em Seu Templo.

41.

A Vontade Perfeita serve o Amor Perfeito. O Amor Perfeito serve a Vontade Perfeita. A Inteligência contempla a defracção energética do Uno, no cristal da Criação. Mas, ao tender à união com a Luz Infinita, a Inteligência evoluida não se demora nessa defracção.

Assim, para compreender a defracção da Energia em doze, há que transcender, exactamente, a defracção.

42.

Estão surgindo, encarnados entre os homens, seres que pela sua sensibilidade espiritual ao ambiente circundante, actuam como mensageiros de Lis-Fátima. Trazem consigo a qualidade síntética necessária para aprofundar, na humanidade, a comunhão entre os reinos vegetal, animal, humano e angélico, transpirando nessa comunhão a corrente que, por falta de outro nome para vós compreensível, designamos por energia Edénica.

Alguns desenvolvem jardins físicos onde isso era considerado biologicamente impossível, outros vivem experiências de comunhão descritas como "ouvir a Voz do Logos, ao expressar-se através da Natureza", outros ainda passam por situações onde a comunicação entre diferentes espécies de vida se desvela ao consciente do homem, revelando-se uma realidade profunda e intocada pela contaminação emocional-mental geral. Outros ainda, com o seu exemplo, antecipam claramente o futuro Éden em que a Terra se transformará.

Aquele que em tempos foi conhecido como Seraphis Bey é hoje uma das Hierarquias-Regente destes "seres-ponte". Eles foram enviados e, quer saibam quer não, estão cumprindo, cada um em grau e intensidade diferente, um programa gerado ao mais alto nível da Terra.

Muitos seres integrados a este grupo estão encarnados na Austrália e na Nova Zelândia. Seraphis Bey tem nessa zona um dos seus pontos de incidência energética.

43.

Os três são Um: Iluminar para Unir. Unir para libertar.

44.

Aquele que negou o Espírito procurará por Ele durante vários ciclos.

Assim aprenderá a amar a Essência do Cosmos

45.

A Natureza é um livro sagrado, tal como o Gita ou o Tao. Nele estão presentes reflexos das Leis mais elevadas. Os antigos sabiam ler este livro sublime e por isso sabiam como fluir em harmonia com os fluxos energéticos e naturais. O Novo Homem terá recuperado integralmente esta qualidade, ampliando-a com o conhecimento cósmico.

46.

O Amor Cósmico só se revela na plenitude da Consciência, no amadurecimento da Vontade, no gozo da Liberdade e do sentido de criar.

47.

A presença perene da anti-matéria vela as órbitas dos átomos manifestos. Shamballa não está inactiva.

48.

Existem tesouros cuja Luz fere os olhos. Para tudo um tempo.

49.

Os verdadeiros seres-contacto conhecem bem o valor do compasso de espera consciente e da respiração apurada. É necessário avançar devagar e com cuidado, mas tão seguramente que antes que o dia termine várias metas foram alcançadas. E, o que é verdadeiramente precioso, é que ninguem deu por isso. Este é o toque da Hierarquia.

50.

Os campanários da Cidade Sagrada resplandecem quando WHUYTHAIKON entoa o Cântico do Novo Homem. Um ser imprevisível aguarda a sua hora para pisar o solo da superfície da Terra. Ele vem em cada criança pura, como uma gota de orvalho que desce ao deserto, fazendo-o florescer.

51.

No servidor a filantropia tornou-se uma sequência de actos firmes mas automáticos, isto é: actos que não impliquem mais o uso da consciência valorativa ou sequer da concentração.

É neste sentido que dizemos que a filantropia não deve mobilizar a atenção dos discípulos.

52.

Sobre a essência da Vontade-Poder:

Há muito pouco tempo um discípulo foi levado, fisicamente, à presença de um Iniciado, de quem ouviu duras palavras, relacionadas com a necessidade de desenvolver o discernimento.

À medida que as palavras ecoavam no interior deste discípulo pudemos observar, nos planos internos, o irromper das mais belas espirais de amor entre ele e o Iniciado.

Estas espirais vitais são raras, pois são do tipo que actua para além do tempo erguendo a vida dos implicados ao seio da Eternidade.

53.

Meus Filhos: Não espereis jamais que a humanidade externa vos entenda. Como poderia isso acontecer, se vós sois as Sementes do Novo, os Impressores do Futuro?

54.

VENTO GALÁCTICO

Que o Guerreiro mergulhe e medite.

55.

O Fogo do Espaço eleva tudo ao seu padrão. E, mais depressa ou mais devagar, isso é feito, inexoravelmente. Mas, segundo a Lei, a síntese de cada segmento percorrido deve ser incorporada ao próprio Fogo, o que implica ciclos e aproximações da Energia Ardente de intensidade crescente mas modelada segundo a possibilidade de resposta do Ser contactado. Ao se aproximar do homem o Fogo vem para recolher essa síntese e para elevar os Núcleos do Ser a um ambiente interno que está já preparado para o acolher. O Fogo Cósmico SABE quem vem contactar, quando e porquê.

A "descida" ardente é mais exacta que o mais avançado instrumento de cirurgia.

Por André Louro de Almeida

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares

Sites