Amhaj

Para que possais trilhar a senda luminosa é preciso responder ao Chamado. Isso significa vencerdes provas, nas quais terão confirmado o vosso elo com a verdade e com a luz. Todos os seres, um dia, penetram essa senda e alcançam a Morada Celestial. Porém, eons se passam até que o ciclo se consume. Não vos intimideis frente ao mal. Não desafieis o inimigo. Não retardeis vosso caminhar pelo clamor do passado. A poeira dos tempos será lavada do vosso ser; novas vestes trajareis, e grande será o júbilo da libertação. Porém, nessa senda pisareis sobre rosas e espinhos, e devereis aprender o mistério do Bem. É tempo de justiça. É tempo de graças. Magnífico poder, o Irmão Maior se aproxima. Silenciai vosso coração e acolhei o grande amor. Tendes a Nossa paz.

Hierarquia

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Signos do amanhecer Parte II


                                                              CHAVES DO CORAÇÂO


1.

Sob o Meu olhar tudo resplandece e a Luz liberta-se em torrentes: A Senda do Coração firma o Poder da Radiância.

É tempo de ver claro: eles, os que sabem, avançam.

2.

Tudo o que VIVE solta, continuamente, filamentos de Luz, como plâncton lumínico, ainda que geometricamente ordenado. Como portadores da Chama da Consciência deveis acolher esses filamentos no vosso Coração, o que equivale a reenviá-los à sua Origem, completando o circuito do Amor Cósmico.

Isto passa-se com ínfimos minerais e com ecosistemas complexos, com plantas e animais, com seres humanos e seres dévicos.

Através da dedicada abertura à Comunhão com todos os reinos os Meus Filhos tecem no mundo o manto do Éden. Lis-Fátima opera através deste manto, vivificando-o, elevando-o, realizando assim a Ascenção de todos os reinos ao Reino Superior, onde a Luz circula em plenitude, onde a Minha Presença preenche de Vida cada partícula.

3.

Aprendei a conhecer a relação entre o Coração e a substância: Tomai consciência dos filamentos luminosos que a Vida liberta através de todas as formas que se integram ao Alto.

4.

Filhos, os vórtices que atrairão o Futuro estão formados. Os controladores de Radiância estão nos seus postos. Os captadores do Propósito aguardam e escutam o Sublime. Os Decodificadores vibram como abelhas em torno da rainha. Os Comandos pairam na Orla subtil da Terra, como canais de um líquido dourado. Os Executores aplicam os seus bastões nos éteres. A Terra treme, o Dia nasce.

5.

Quando olhais para as paisagens o que vedes? Paisagens ou campos de energia concentrada? Os Meus Filhos são portadores de estruturas etéricas integradas à Aura da Plataforma Flutuante de Samana; assim, estai prontos para usar a Consciência do Coração Radiante: Libertai a Essência que habita as formas que vos rodeiam. É possível. É indicado. Este é o tempo.

6.

Penetrai o mistério da Radiância: Sois centros de Radioactividade benigna. As correntes ígneas implantam nos seres puros a Imunidade do Amor Cósmico.

7.

Para se conhecer o mistério do Coração é necessário amar sem objecto, é necessário amar o Amor.

8.

A fraqueza da treva está no facto de, por sua natureza, lidar apenas com partes de sistemas, com parciais, com fragmentos do real.

Sim. O coração do discípulo sabe que Bem e Totalidade são sinónimos.

9.

Branco-Dourado se torna o Tempo, Radiante irrompe o Dia. No Coração dos Puros a Radiância circula como um líquido nutritivo.

10.

" Quando Eu estou presente em vossas consciências há Alegria no ar e Paz no Coração. Mas nada fica por fazer pois, em cada forma, a Centelha não se demora mais do que o necessário para a Libertação.

***

Não o dizemos a todos, mas a alguns:
Os Celestes e os Ardentes contemplam aquilo que necessitais, em um nível que não podeis suspeitar.
Fiéis companheiros, príncipes do Espírito... a vossa função não é pedir mas executar."

11.

A Lei foi entregue: Amai o Supremo.

Isto parece-vos demasiado abstrato? Amai o Amor. Permiti que a corrente do Imã Cósmico reflua rumo à Sua origem divina. Sois nódulos-processadores que completam o circuito da redenção dos mundos.

13.

Vosso Eu Consciente é um prolongamento da Luz da Alma. Não o confundam com a sua sombra nos corpos externos, o ego. O ego por si mesmo nada faz e nada é, construindo-se e dissolvendo-se continuamente.

14.

O Eu Consciente é uma fagulha do Sol Infinito de Consciência Cósmica, porém uma fagulha incompleta. Com o processo evolutivo este Núcleo passará ao âmbito-regente da Alma tornando-se então, sagrado. Pelo Consciente certas correntes puras devem passar. Através do foco de um Consciente iluminado miríades de vidas elementais e sub-atómicas são reconduzidas às suas órbitas originais. A vossa presença no âmago dos processos da Substância é indispensável para a elevação dos mundos.

A Encarnação é o Amor tornado Redenção.

15.

Radiância! Radiância! Radiância! Eis que se aproxima o Dia de Radiância!

16.

No Sistema Solar o Amor-Cósmico é a Voz potencializadora de todos os Coros Sagrados. Por isso vos apontamos o Centro do Coração como ponto focal do Propósito.

17.

Os sistemas estelares pulsam segundo o diapasão do Coração do Cosmos. No ambito iniciático terrestre o Grande Sacrifício tem o Selo do Amor Cósmico. Nesta Senda caminhareis pois nesta Regência se fundem todas as Escolas Internas do sistema. Neste sistema solar tudo vibra segundo a Lei do CORAÇÂO.

18.

Para que o Consciente se centre em torno da Voz Interna é necessário que o Amor se acenda no Coração do Peregrino. De outra forma o Consciente não procurará seguir a Voz. Por isso Eu venho: Eu acendo o Amor no Coração do Peregrino.

19.

No que diz respeito à Evolução da Via Láctea a Energia dos três Raios Maiores é aplicada sob a qualificação do Oceano Energético Regente, o Amor Cósmico. Assim a Vontade, a Sabedoria e a Luz, descem sobre as partículas deste sistema solar com o Implante da energia do Coração-Pai, o Centro Cardíaco Cósmico, pois é este centro que recebe a Energia do Amor vinda do âmbito cósmico, das mais remotas constelações.

Os Raios Maiores são uma manifestação do Amor Cósmico. A Vontade é Amor-Cósmico-Vontade, a Sabedoria é Amor-Sabedoria Cósmico e a Luz é Amor Cósmico Dinâmico.

20.

Entrego-vos uma chave que activa a consciência da conexão com o Sol: na criação "abaixo do Sol" o Coração opera de três formas:
O Coração-Centro, o Coração-Estrela e o Coração-Dínamo, cada uma reflexo das três Energias Maiores.
Os três unidos formam o Coração Radiante e a Sua acção é poderosa, radioactiva. O Ser que une os três num só, esse ama perfeitamente. Assim se passa com KUTHULLI: Essa é síntese que essa Hierarquia verte sobre a Humanidade, actualmente.

Em verdade o poder sobre as partículas vem do Coração Radiante. Esta chave relaciona-se com o Coração do Sol, com a Regência qualificadora deste Sistema Solar e desta Galáxia e a sua realização liga-vos ao Espelho de Mirna Djad.

21.

O activar em si do Coração Radiante é a Meta de certas estirpes de Mónadas. Tornar-se-ão núcleos que despertam a radioactividade benigna. O poder de inverter processos de contaminação nuclear, de inverter degenerações celulares e de reestabelecer a imunidade nos corpos físico-etérico faz parte da dádiva que trarão ao mundo.

22.

O Imã Cósmico, qualificador deste Sol, actua por meio dos Três Fogos.
Unido ao Fogo Cósmico, actua como um Centro, esfera hermética, arca dos segredos, Insondável Essência do Supremo. Olho Imóvel no ponto indizível da Vida. Em todas as coisas presente, por nenhuma limitado. Tudo o que toca liberta.
Unido ao Fogo Solar, actua como uma Estrela, como uma Fonte Perene, Íman que une a criatura ao Criador. Alimento do Coração dos puros. Chamado que criatura alguma deixará, um dia, de responder pois esta Voz atrai para o Centro, que é a Verdade.

No Fogo Dinâmico Superior, na Luz Inteligente, actua como um Dínamo, pulsação criadora, vento divino, projectando e modelando os Universos para a Consumação Maior. Tudo o que toca ilumina.

23.

Repetimos: Neste sistema Solar tudo é Coração. Não olheis mais para a Água: mergulhai.

24.

O Coração-Centro manifesta o Amor Cósmico integrado à Vontade. O Coração-Estrela manifesta o Magnetismo enriquecido pela Sabedoria, pela realização da Unidade. O Coração-Dínamo liberta o potencial do Amor Cósmico, manifestando-se como Inteligência Criativa.

O pulsar do Coração realiza a síntese do Fogo de Atrito no Fogo Solar, e a fusão destes no Fogo Cósmico, na Câmara do Coração. O Coração-Dínamo deve integrar-se no Coração-Estrela, e ambos deverão fundir-se no Coração-Centro. Assim se revela o Coração Radiante.

25.

O Som emitido pelo aparelho mental propaga-se em linha recta. O Som emitido pelo Coração irradia em esfera.

O Coração Radiante realiza o Maior Bem.

26.

O Coração-Centro firma a Lei do Amor no Universo-Solar. O Coração-Estrela esparge o Amor no Universo-Solar alimentando de Vida Mais Abundante tudo o que é receptivo. O Coração-Dinamo é o Amor auto-regulado, que a cada momento se converte em criação-amor ou em amor-sabedoria, dependendo do âmbito em que está agindo e do ângulo energético necessário, estimulando e elevando a Vida Animada, dentro de ciclos e intensidades previstos e guardados pelo Coração-Centro.

27.

Não falamos de dilatação do Coração, mas do seu refinamento. A dilatação do Coração é uma dinamização emocional, espiritualmente estéril, mas o seu refinamento é uma dinamização espiritual. Com o refinamento é criado o campo que suporta o aumento da voltagem. Só então o Coração pode despertar em pleno e crescer.

28.

Aqueles que mergulham no Coração preservam os tesouros resgatados com a consciência de que basta um só Guardião autêntico para que se salve a arca das sementes.

29.

Eu sou Amor Cósmico. Alguns ainda não perceberam a Minha natureza, mas podemos indicá-la de novo: Eu amo os Meus inimigos, Eu deixo o rebanho pela ovelha tresmalhada. Eu envio frotas prateadas carregadas de radioactividade benigna. Eu acolho o Conclave dos que lavram a elevação da humanidade.

Onde os homens esperam alimento para emoções o Amor Cósmico é frio e laminar e assim emerge a cura. Onde os homens esperam escadarias mentais, o Amor Cósmico é doce e carinhoso: uma Mãe Desconhecida.

Um poema-energia já ecoa, até mesmo no hemisfério cerebral esquerdo do homem. A Grande Nave surge acima da Humanidade. Um pássaro canta na atmosfera tensa. Eu estou agindo.



30.

Sempre o afirmamos:

Um mal é um bem fora de lugar.

Portanto honra os teus erros com o melhor do teu discernimento pois eles contêm velado um profundo impulso benéfico: a intenção de participar na Criação.

A Nossa Senda é infinitamente suave. Por isso é Implacável.


31.

A uns dizemos: "Bebei desta Água". A outros dizemos: "Mergulhai".

32.

O desalento é um pretexto para baixar os braços e dormir, nada mais.

Os Filhos do Fogo repelem o desalento ao primeiro sintoma. Para isso eles usam o reconhecimento de que o Universo é alegria imperecível, ritmo afirmativo, mistério vivo. Os fracos podem decidir onde começa ou acaba a sua alegria, mas os fortes são como o Universo. Sim! As estrelas são deuses, e um deus é um homem que nunca desistiu!

33.

Dizes: "É dificil!".
Eu pergunto: "Vinhas em busca de um passeio colorido?"

Dizes: "Parece ser impossível. Muito poucos chegaram a cumprir o Caminho! ".
Eu respondo: "Conta as estrelas do Céu".

Perguntas: "Quem pode galgar os portais da Vida Eterna?"
Eu respondo: "A Vida Eterna pode."

34.

Olhai! A Encarnação: o Meu pássaro de fogo!

35.

Como pode haver humildade onde há esforço para a cultivar? A humildade não vem do querer, mas do Ser, não vem do construir, mas do reconhecer. É um ponto de equilíbrio na Consciência.

A humildade verdadeira, que abre os portais das Fraternidades Cósmicas, não pode ser cultivada. Ela é própria do Ser Total. A humildade emerge, como fruto do aprofundamento da comunhão com Núcleos Sublimes; surge como parte da natureza profunda, como um gracioso rouxinol atraído para o palácio do velho imperador, e cujo canto é um bálsamo para os seus corpos enfermos de orgulho guerreiro.

Assim Nós dizemos: procura acima de tudo saber Quem és, e nessa procura encontrarás a humildade.

36.

Da Vontade-Poder do Coração emerge a hermeticidade da Esfera. Sim. O Coração-Centro é inexpugnável.

37.
Contemplai a beleza da Rede da Cooperação, respeitai a Lei da Interdependência: mesmo o infinitesimamente útil é precioso. Tudo, exactamente tudo, o que age pelo Espírito é precioso.

O homem pode colocar-se frente à Tela da Eternidade e, finalmente, ver as coisas como elas são. Desta forma a Gratidão flui entre todos os elos da corrente, tanto no sentido ascendente como no sentido descendente. Por exemplo: é imensa a Gratidão que a Hierarquia nutre pelos Seus Discípulos, mas a maior parte não se apercebe desta realidade simples.

38.

Contempla: uma magnífica tela azul-cobalto envolve a Terra.

A Hierarquia constrói a Muralha dos Santos. A Hierarquia vivifica o cinturão de Luz. A Hierarquia limita a acção dissolutiva. A Hierarquia nutre o Coração dos Sábios.


39.

O discípulo vê a superficie limpa.

O Iniciado vê um grão de poeira sobre a superficie.

O Mestre vê grãos de poeira sobre o grão de poeira.

40.

Coração Cósmico: Som do Silêncio, sublime e exacto, penetrando os Núcleos mais remotos, atraindo o que, desde o Princípio, Lhe pertence.

41.

Na Terra é a Hierarquia Ashtar que, unida ao Instrutor do Mundo, veicula a energia Coração para o centro Humanidade. Zonas geográficas como os Andes, o vale de ERKS ou certos arquipélagos no Oceano Pacífico estão hoje impregnados por Coração.

Observa, escuta, desperta: este é o Silêncio do vale, onde a vibra intocada a sabedoria ancestral.

42.

O Poder vem com a Consciencialização da Unidade.

43.

No caminho de retorno ao Pai o ego deve escolher as dez verdades no ninho das mil mentiras. A Alma deve escolher entre as dez verdades e a "única coisa necessária". A Mónada deve recolher a Síntese substancial e, activando o seu fogo essencial, deve reconhecer um dos Doze Caminhos. O Regente deve plasmar o imaterial no material e recolher ambos. Então o Avatar emerge, dirigindo o Seu farol de Luz para o Quadrante Cósmico que representa o Seu mais alto destino.

O ego e a Alma escolhem, a Mónada activa e reconhece, o Regente plasma, o Avatar dirige.

44.

A consciência mais profunda, o sentido de SER, habita o âmago do Coração. Na passagem da "cabeça" para o "coração" está resumida a passagem do conhecer para o Ser.

45.

Para te encontrares atravessarás o Portal do Coração. Não há outro caminho.

46.

O Sacrifício-de-si, que a Iniciação implica, sintetiza o mais profundo empenho ético-religioso-energético da Humanidade. No seu âmago mais secreto cada homem aspira ardentemente a esse sacrifício.

Por isso aqueles que se sabem tocados pela Chama da Compaixão que se firmem como tochas e pilares da Nova Terra e revelem aos seus semelhantes sensíveis a Senda que conduz ao sacrifício sublime. Que não hesitem mais, pois milhares aguardam o poder de determinação de uns poucos. Se os passos forem dados na simplicidade e sem ambição, se cada decisão corresponder a um impulso autêntico do Ser Interno toda a protecção virá para o Caminhante. No silêncio interior e profundo encontrará todos os indícios dos passos a dar. Que não se busquem comparações entre Escolas, que se elevem acima da frequência pessoal, que se dediquem, sem medo, à entrega dos seus recursos internos ao Propósito Supremo, que se assumam como pioneiros de uma total mutação na vida planetária.
Sendo constantes, que ousem! Sendo corajosos e "loucos", que vivam segundo as indicações da Mónada. Que assumam que cada dia é o primeiro e o último, que se libertem do passado, pois o que deixarem para trás, de facto, já não é compatível com o potencial dinâmico de suas Consciências despertas.

Em verdade OUSAR atrai a Minha Benção!

47.

Coração: porta do oceano, acesso à Omnisciência.

48.

A Instrução é contínua. Observai o ondular das partículas no ouro dos campos vibratórios elevados. Que Alegria e que Amor profundos e inabaláveis essas partículas revelam! Esse ondular é, também, a Minha Instrução.

49.

Por cada um que se liberta mil são tocados pelo pulsar do Fogo latente nos seus templos internos.

50.

A mais racional das mentes é baptizada de Transcendência ao atravessar Coração. Mas este baptismo acontece sem que a mente perca a sua clareza intelectual, construtiva e discriminativa.
Sim, para que o Coração se revele sem distorções, a Comprensão e a Vontade deverão estar amadurecidas, em plena expressão.

51.

A Chama Crística, a pureza pristina e a visão arquetípica são tesouros que vos tocarão e nos quais vos é possível recolher a vossa imagem original. Estes tesouros não vem apenas para o homem, mas para a iluminação do mundo como um todo, para todos os seres directamente coligados às Humanidades da Terra, para os Reinos e vidas com os quais essas Humanidades interagem. Mas apenas por mãos abertas poderão ser veiculados: os tesouros do Cosmos deverão chegar intocados aos irmãos que vos antecedem na grande corrente da Vida.

52.

Diz-me: onde és consciente?

Diz-me: onde fica a tua morada?

53.

A núvem desliza e flui pelo céu imenso. Como brilha sob o Sol da tarde! A sua brancura encanta os pássaros. Que lição para os homens...

54.

Serão entregues Mantras específicos aos seres encarnados da estirpe dos Sacerdotes. Cada palavra deve ser pronunciada com consciência do Coração Radiante, cada som deve ser revestido com a pura não-intencionalidade da inteligência transmutada em Luz, cada cântico deve ser entoado como o soltar de uma ave, como o celebrar de um mistério.
Silenciai e Amai.

55.

Se o Discípulo desconhece o Fogo é, para ele, tempo de Oração. Mas se o Discípulo conhece o Fogo então chegou o tempo da União.

56.

Escuta a promessa de eterna alegria contida no silêncio das Estrelas: Não reconheces a Voz do teu próprio Coração?

57.

No silêncio da noite, sob a presença sábia das estrelas, os grupos de Espelhos, herméticos, integram-se ao Templo da Esfera, em ERKS. Através destes vectores secretos a potente radiação que transmutará o colectivo humano à escala mundial começa já a penetrar os éteres mais densos.

Muito em breve os sinais de algo completamente NOVO irão impactar no humano-colectivo, avisando que chegou a hora da desactivação desta civilização. Os grupos de espelhos, como "válvulas" de energia pura preparam os éteres para essa manifestação mais intensa.

Orai em Espírito, mas também com cada fibra de vosso ser externo.

58.

Se cada ser-Espelho acrescenta algo de si à imagem-código-energia com que deverá activar os éteres circundantes, como se poderá cumprir o Plano Divino nesta Terra?

59.

Ao perímetro cristalino de um Espelho Nós chamamos "a orla da pureza".


60.

O Coração Radiante conhece-vos. Podeis bater à porta e esperar. Nada mais.

61.

Caminhais para um ponto de tensão vibratória que activará a dissolução dos agregados ancestrais que vos aprisionam aos níveis materiais. Isso é inexorável para o Ser que realmente se abriu ao Espírito. Reconhecei e assumi o vosso estado actual com ânimo, com vigor interior, abri-vos para a Alegria Cósmica, pois caminhais para além das leis naturais, para além da Terra, para além do Sol. Sabei que sois aguardados pelos vossos Irmãos Maiores em planos e em mundos de suprema beleza, onde as dualidades criadas pela acção do atrito foram iluminadas, há muitos ciclos pelo Maior Bem.

Sois aguardados por vossos companheiros mais experientes que, dia e noite, vos guiam e inspiram.
Na maior parte dos casos os vossos circuitos bio-energéticos estão fortemente danificados e o cérebro encontra-se embotado por várias categorias de excessos ou de defeitos: excesso de informação, excesso de extroversão, excesso de apreensão, alimentação inadequada, ausência de momentos de sintonia profunda. Essa condição tem atrasado a auto-revelação que fora programada para cada ser desperto, nesta época. Se pudesseis vislumbrar os estados de glória infinita, eternamente renovada, dos mundos superiores que vos aguardam a decisão e a firmeza para avançar emergiriam como uma torrente irreprimível no vosso ambiente interior.

Para compensar este atraso na sensitividade da matéria que vos reveste, falanges de cura e harmonização orbitam o vosso planeta. Estas falanges de cura, o comando ALFA, manejam a energia Brill e conhecem o arquétipo-síntese-humano. Colaborai com estas Irmandades. Purifiquem-se. Preservem as vossas auras de embates grosseiros e não se exponham aos agentes do caos. Sois seres em delicada metamorfose, uma mutação maravilhosa processa-se hoje no vosso interior.

Reverenciai o Deus que, de forma crescente, se revela no centro da vossa consciência.

62.

Quando a Comunhão Maior é atingida, todos éteres do Ser Humano transmutam-se em Espelhos captadores-reflectores do Grande Alento inflamando-se de Vida. Nesse momento, em que a corrente celeste flui em todos os centros, uma agulha incandescente penetra o coração do Iniciado: esse é o toque da Alegria Cósmica.

63.

Abri-vos, discípulos, à Alegria Cósmica. Ela anima os Universos, preenchendo tudo de ritmo, de cor e de som, ela é o Signo da Vida e pode, desde já, ser vivida, invocada, recebida, transmitida.

64.

Pela Alegria Cósmica se activam os condutores bio-energéticos de Vrill.

Pela Alegria Cósmica se reconhece o sopro monádico no coração do Caminhante. Pela Alegria Cósmica se detecta a correcta sintonia, a motivação para o Maior Bem, o bem da mais alta Esfera.

Com a Alegria Cósmica se cria o Novo Homem.

65.

O Sol fala a Primeira Língua.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares

Sites